Pôster de Guardiões da Galáxia Vol. 3

Guardiões da Galáxia Vol. 3 deve se tornar, nesse fim de semana, o segundo filme mais visto de 2023. Isso porque, o filme está há pouco mais de 3 milhões de dólares de alcançar a marca e esse valor será, seguramente, arrecadado pelo filme nesse fim de semana. Até agora, a produção já arrecadou 670 milhões nas bilheterias do mundo todo e já é o terceiro filme mais assistido do ano, atrás apenas da animação Super Mario Bros. (que tem 1,265 bilhão em bilheterias) e do filme chinês Full River Red (com 673 milhões em bilheterias).

Cena de Guardiões da Galáxia Vol. 3.
Cena de Guardiões da Galáxia Vol. 3.

Com apenas 20 dias de exibição nos cinemas do mundo todo, Guardiões da Galáxia Vol. 3 já ultrapassou diversos blockbusters que já haviam estreado antes dele, incluindo outra superprodução do Universo Cinematográfico Marvel (MCU), Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania, que estreou em 17 de fevereiro e, até agora, arrecadou cerca de 476 milhões de dólares em bilheterias.

Guardiões da Galáxia Vol. 3: Sucesso desde sua estreia

Guardiões da Galáxia Vol. 3 já começou sua passagem pelos cinemas de forma bem-sucedida. Em sua estreia, o filme superou as expectativas e terminou o seu primeiro fim de semana como o filme mais assistido daquele final de semana e com uma arrecadação de 118,4 milhões de dólares só nos Estados Unidos e Canadá, quase 10 milhões a mais do que previam inicialmente os especialistas de mercado.

Em seu segundo final de semana, a produção arrecadou 62 milhões nas bilheterias, 48% a menos do que no final de semana anterior. Contudo, essa queda foi bem inferior a registrada por outras superproduções da Marvel lançadas recentemente, como Homem-Formiga e a Vespa: Quantumania (queda de 70%) e Thor: Amor e Trovão (queda de 68%), por exemplo. A arrecadação foi suficiente para que o filme se mantivesse como o mais assistido daquele final de semana.

Continue depois da publicidade
Cena de Guardiões da Galáxia Vol. 3.
Cena de Guardiões da Galáxia Vol. 3.

Guardiões da Galáxia Vol. 3 só perdeu o posto de mais visto em sua terceira semana nos cinemas, devido à estreia de Velozes & Furiosos 10, outra esperada superprodução que, inclusive, já é o sétimo filme mais visto do ano. Todos esses números já animavam a Marvel e mostravam que o filme tinha tudo para ser muito bem-sucedido nas bilheterias. O mais interessante, é que a produção parece ter agradado bastante ao público “estrangeiro”. Dos 670 milhões arrecadados até agora, 393 milhões vieram de mercados externos e 276 milhões vieram do mercado doméstico (Estados Unidos e Canadá), uma diferença de mais de 100 milhões de dólares.

Saudosismo e despedida

Um dos grandes fatores que impulsiona a boa bilheteria de Guardiões da Galáxia Vol. 3 é que esse será o último filme dos Guardiões da Galáxia. Eles podem até retornar em outros filmes do Universo Cinematográfico Marvel (MCU), mas dificilmente terão outro “filme próprio”. Isso aconteceu com todos os personagens principais do MCU, incluindo, o Homem-Ferro e o Capitão América, os dois personagens que, desde o início, serviram de fio condutor para o MCU.

Cena de Guardiões da Galáxia Vol. 3.
Cena de Guardiões da Galáxia Vol. 3.

Além da despedida de alguns personagens, temos também a despedida da mente por trás de todos os filmes dos Guardiões da Galáxia, o diretor James Gunn. Esse será o último filme que Gunn dirigirá para a Marvel, já que desde 1 de novembro do ano passado ele é, ao lado de Peter Safran, um dos chefões da DC Films e responsável por tentar salvar e revitalizar o Universo Estendido DC (DCEU), grande rival da Marvel.

Aliás, se Gunn conseguir ser bem-sucedido com a Marvel e com a DC será um grande feito. Ter trabalhado, com sucesso, para as duas maiores empresas do ramo de quadrinhos e que se rivalizam há décadas tanto nas bancas de revistas quanto nas salas de cinema. Será um feito comparado ao de J. J. Abrams, que conseguiu fazer sucesso tanto com a franquia Star Trek quanto com a franquia Star Wars.

Continue depois da publicidade
James Gunn no set de Guardiões da Galáxia Vol. 3
James Gunn no set de Guardiões da Galáxia Vol. 3

Outro fator que também certamente contribui para o sucesso de Guardiões da Galáxia Vol. 3 é uma certa dose de saudosismo. À medida que os personagens “antigos” do Universo Cinematográfico Marvel, que por tanto anos alegraram o público, vão se despedindo e outros “novos” vão tomando seus lugares, essa “saudade” dos primeiros filmes do MCU faz com que as pessoas queiram aproveitar ao máximo as últimas produções desse período.

É claro que também não podemos deixar de mencionar a qualidade do filme. A maioria dos críticos especializados rasgou elogios a produção que, inclusive, mantêm uma taxa de aprovação de 82% no Rotten Tomatoes, o principal agregador de críticas especializadas da internet. No Metacritic, outro grande agregador de críticas especializadas, o índice de aprovação também é bom, 64 de 100. Muitos críticos, inclusive, consideram Guardiões da Galáxia Vol. 3 o melhor filme lançado pelo Universo Cinematográfico Marvel nos últimos anos.

Cena de Guardiões da Galáxia Vol. 3.
Cena de Guardiões da Galáxia Vol. 3.

Agora, é esperar a evolução da arrecadação da obra para ver se ela tem alguma chance de ultrapassar Super Mario Bros. e se tornar o filme mais visto do ano. O caminho, contudo, é longo. A animação tem quase o dobro da bilheteria de Guardiões da Galáxia Vol. 3. Além disso, ainda faltam diversas superproduções para estrear e que, certamente, competiram com o filme da Marvel pela atenção do público. Inclusive, nesse fim de semana, estreia A Pequena Sereia, um dos filmes mais esperados do ano. Contudo, tudo é possível para a Marvel e não podemos descartar nenhuma possibilidade.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui