Superman: Son of Kal-El #5, a edição dos quadrinhos da DC Comics na qual Jon Kent (o filho de Louis e Clark) assume ser bissexual, atingiu vendas “sem precedentes” para a série do personagem.

Dessa forma, a editora anunciou que irá reimprimir as primeiras quatro revistas antes da quinta edição, que é onde ocorre a grande revelação.

A verdade é que “Superman: Son of Kal-El” acabou vendendo muito além do que era esperado, e superando o número 1 da revista, que havia batido a impressionante marca de 68 mil cópias.

Dessa forma, a DC Comics decidiu dar um tratamento diferenciado para a série, que sem dúvidas, já entrou para a história dos quadrinhos, e abriu uma nova perspectiva para o cânone do Superman nas HQ’s.

O autor da série, Tom Taylor, comemorou a recepção dos fãs em seu perfil pessoal no Twitter, e brincou com aqueles que criticaram a história.

Com o meme de “como começou/como está sendo”, ele publicou reclamações de pessoas afirmando que a série seria um fracasso após a novidade, e o texto com o anúncio do sucesso, feito pela DC:

Devido à demanda, cada edição de ‘Superman: Son of Kal-El’ está sendo reimpressa, e a DC Comics recebeu pedidos sem precedentes para a edição nº 5.

Em Son of Kal-El, seguimos os passos do jovem Jon Kent, filho de Clark Kent e Lois Lane, assumindo o lugar do pai naquela continuidade do universo DC.

Depois de assumir o manto de Superman, ele conhece o repórter Jay Nakamura e passa a viver um relacionamento com ele, com direito a uma cena bombástica na edição nº 5 da série, onde os dois finalmente se beijam.

“Estamos em um lugar muito diferente e muito mais bem-vindo hoje do que éramos há dez, ou mesmo cinco anos… Eu sempre disse que todo mundo precisa de heróis e todo mundo merece se ver neles. Hoje, Superman, o super-herói mais forte do planeta, está saindo do armário”

Veja mais:

Nos últimos anos, a DC Comics passou a incluir mais personagens que representam a população LGBTQIA+ em suas HQ’s, tendo em vista que este público vem crescendo consideravelmente.

Em agosto, a editora publicou uma história, onde o Robin de Tim Drake se descobriu como bissexual.

O personagem assumiu sua orientação sexual em “Batman: Urban Legends #6“, HQ escrita por Meghan Fitzmartin e com arte de Belén Ortega.

Estrelando a história “Sum of Our Parts”, Tim Drake encerra o terceiro capítulo resgatando seu amigo Bernard, que seria sacrificado pelos Monstros do Caos.

No calor da batalha, Robin “sente alguma coisa”, e nas páginas finais acaba fazendo uma visita à casa do rapaz, depois desse momento de conexão inesperada que os dois tiveram.

Radiante, Drake concorda em ir a um encontro com Bernard para tentar entender melhor sobre os próprios sentimentos.

Tim Drake é um dos vários personagens que assumiram o manto de Robin nos quadrinhos ao longo dos anos, e a notícia não chegou a surpreender os leitores, que já suspeitavam das atitudes do ajudante do Cavaleiro das Trevas.

Contudo, a revelação de que Jon Kent será uma versão bissexual do Superman, feita em “Son of Kal-El”, caiu como uma verdadeira bomba entre os leitores, gerando uma grande quantidade de comentários e polêmicas por toda a internet.

O fato é que Tim e Jon se juntam a uma gama de personagens LGBTQIA+ no universo DC, como a Batwoman de Kate Kane, a Arlequina, que trocou o Coringa por sua amiga Era Venenosa, e a cientista transgênero Victoria October.

Jon Kent
Imagem: Superman: Son of Kal-El #5/ DC Comics

E aí nerd, depois dessa notícia, em que nível ficou sua expectativa para saber como a série Superman: Son of Kal-El irá se desenrolar?

Deixe sua opinião nos comentários e acompanhe as notícias e análises da nossa página, para que a equipe Proddigital POP não pare de crescer!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários