Não há novidade em afirmar que a pandemia do novo Coronavírus vem causando um caos em praticamente todas as áreas da economia mundial. Mas o fato é que o impacto da crise na indústria cinematográfica e do entretenimento foi gigantesco, não só pelo fechamento dos cinemas e o adiamento das estreias, mas também pela paralisação nas produções de filmes e séries de TV.

Os serviços de steaming se beneficiaram de certa forma pelo fato de poderem lançar em suas plataformas, as produções que já estavam finalizadas. Porém com o esticamento das medidas de segurança, os projetos que estavam em andamento tiveram que ser paralisados e seus lançamentos inevitavelmente foram adiados.

O retorno gradual no estado da Califórnia

A indústria do entretenimento como um todo tem sofrido com as medidas de isolamento. Os sindicatos que representam os funcionários do Disney Word Resort se reuniram para solicitar o adiamento do plano de reabrir seu parque temático em 17 de julho tendo em vista o aumento constante do número casos na região.

Em carta ao governador da Califórnia, os sindicatos que representam mais de 17.000 funcionários diz que os protocolos de segurança da Disney ainda não estão completamente compreensíveis, assim como a logística de monitoramento dos funcionários infectados.

“Existem inúmeras perguntas sobre segurança que a Disney ainda não respondeu”, incluindo a logística de testes de vírus de rotina para os funcionários”

Austin Lynch, diretor do Unite Here Local 11, que trabalha com quase 3.000 artistas em hotéis e restaurantes do Disney Word Resort e seus arredores, declarou ao The Hollyood Reporter:

“Não podemos nos dar ao luxo de errar: uma vez que os parques temáticos são abertos, basicamente abrimos a Califórnia para o mundo, e isso afeta toda a comunidade”

No dia 11 de junho o departamento de saúde do condado de Los Angeles fez uma declaração onde permitia que as produções retomassem suas filmagens, desde que seguissem os protocolos e as diretrizes da OMS. No dia 29 de junho o município ultrapassou a marca de 100.000 casos da doença.

Acredita-se que os estúdios voltem às atividades gradualmente até haver a familiarização com os novos protocolos estabelecidos. Devido ao imenso golpe financeiro, alguns grupos de Hollywood encaminharam uma proposta ao congresso solicitando medidas de auxílio tributário na intenção de salvar uma média de 465.000 empregos segundo o The Hollywood Reporter.

Porém mesmo com o retorno gradual das atividades nos sets, ainda não fica claro qual será a demora na reabertura dos cinemas ao público. O Disney Studios já declarou oficialmente que o esperado lançamento do live-action Mulan foi adiado para 21 de agosto, sendo que no dia anterior a Warner Bros também anunciou o atraso na estreia do filme Tenet de Christopher Nolan para 12 de agosto.

A reabertura total do Walt Disney World Resort está programada para o final de julho sendo que a Flórida será palco das etapas finais das ligas NBA e MLS na conclusão de suas temporadas de 2019.

O cenário nos países da União Européia

Apesar do início gradual das filmagens em solo americano, a indústria pode sofrer com as proibições da União Européia. Segundo o site Deadline os viajantes de países como Canadá, Australia, Nova Zelandia e Japão podem atravessar a froteira, mas os norte-americanos, brasileiros e russos estariam proibidos.

No Reino Unido as equipes tem autorização para começar as filmagens, mas sob a condição de aderir a uma quarentena de 14 dias ao atravessar a fronteira do país. A primeira grande produção a iniciar os trabalhos deve ser a de Jurassic World: Dominion da Universal Pictures que começara a montagem dos equipamentos a partir da segunda semana de julho na Pinewood Studios.

jurassic world
Imagem: Jurassic World/ Reprodução

Saiba mais sobre as produções que foram adiadas por causa da pandemia do Covid-19

Se por um lado as coisas no território europeu são um pouco complicadas, alguns países como a República Tcheca são mais receptivos com as produções Americanas. Projetos como Falcão e Soldado Invernal do Marvel Studios e a segunda temporada de Carnival Row da Amazon Prime Video já tem autorização para voltar a rodar as filmagens no país.

Em nota, o chefe da divisão de filmes da República Theca Pavlína Zipkova declarou:

“A República Tcheca acolhe cineastas dos EUA. Em relação à UE declarando uma proibição de viagem nos EUA, permita-me garantir que isso não é válido para os trabalhadores econômicos, mas apenas para os turistas. Cineastas de todas as nações são bem-vindos na República Tcheca. ”

As produções americanas em solo estrangeiro

Na Croácia o governo também é favorável quando se diz respeito a continuação das produções pausadas pela pandemia. A sequencia de The Hitman’s Bodyguard: Dupla Explosiva de 2017 estrelado por Ryan Reynolds (Deadpool- 2016), Samuel L. Jackson (Homem-Aranha: Longe de Casa– 2019) e Salma Hayek (Frida- 2002) estava sendo filmada no país.

A continuação intitulada The Hitman’s Wife’s Bodyguard se passará quatro anos depois do original e além dos atores antigos ainda terá a participação de Frank Grillo (Capitão América: Guerra Civil- 2016), Tom Hopper (The Umbrella Academy) e Morgan Freeman (Batman: O Cavaleiro das Trevas- 2008).

O Centro Audiovisual Croata declarou que a produção de filmes e séries de TV é encarada como exceção à proibição das viagens internacionais, porém sob a condição dos produtores contratarem profissionais que fiquem responsáveis pela implantação dos protocolos de segurança a fim de impedir a disseminação do Covid-19.

Na Hungria, onde acontecem as filmagens da superprodução Duna de Denis Villeneuve, National Film Institute enfatizou que está facilitando o retorno das filmagens no Origo Film Studios de Budapeste. O longa que é inspirado no romance Frank Herbert e estrelado por  Timothée Chalamet (Me Chame Pelo Seu Nome– 2017), Rebecca Ferguson (Missão: Impossível: Efeito Fallout- 2018), Oscar Isaac (X-Men: Apocalypse- 2016) e Josh Brolin (Vingadores: Ultimato- 2019) deverá reiniciar as atividades em agosto.

Milica Božanić que é a diretora executiva da Comissão de Filmes da Sérvia onde acontecem as filmagens da terceira temporada da série The Outpost da CW, também declarou que o país tem as portas abertas para a volta das produções de filmes e séries de TV.

Na Islândia que mantém uma relação próxima com a União Européia, existe a possibilidade de haver também um abrandamento das medidas de quarentena para as equipes de filmagem que entram no país e na Estônia a entrada será permitida a partir de solicitações antecipadas que poderão ser feitas ao Conselho de Polícia e Guarda de Fronteiras.

Todos os países citados, oferecem às equipes de produção de filmes e séries (principalmente americanas) a possibilidade de entrarem em seus territórios, mas como observado, cada um segue suas próprias diretrizes de segurança contra a disseminação do Covid-19.

Apesar de nenhum dos países vinculados a União Europeia parecer estar explicitamente contrário ao retorno das produções norte-americanas, a atividade não é caracterizada como sendo um negócio essencial segundo os critérios da UE.

Os adiamentos nas premiações

As principais premiações americanas também tiveram suas datas modificadas pela pandemia. A pesar do Oscar já ter disponibilizado para seus membros, os filmes inscritos para concorrer a categoria de Melhor Filme, o evento foi adiado novamente por dois meses e acontecerá em 25 de abril de 2021.

O Globo de Ouro 2021 também teve sua cerimônia adiada, acontecendo em 28 de fevereiro e não em 5 de janeiro como era planejado. O mesmo aconteceu com o Critic’s Choice Award que atrasará sua edição de 10 de janeiro para 7 de março de 2021.

Lucas Jackson- Reuters
Imagem: Lucas Jackson/ Reuters

Sem sombra de dúvidas o mercado cinematográfico e de entretenimento tem um grande impacto na economia e todas as produtoras se esforçam nas retomadas de suas atividades, porém todo cuidado é necessário quando se diz respeito a impedir o esticamento da pandemia do novo Coronavírus.

Fique por dentro de todos adiamentos das estreias e premiações na nossa pagina Proddigital POP e siga nossas redes sociais Instagram, Twitter, Facebook e Pinterest.

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários