A diretora de fotografia do filme “Rust”, Halyna Hutchins, faleceu nesta quinta-feira (21), após ser tragicamente atingida pelo disparo acidental de uma arma cenográfica, usada por Alec Baldwin.

As filmagens aconteciam no Rancho de Bonanza Creek, ao sul de Santa Fe, que fica localizada no estado americano do Novo México.

O longa conta com roteiro e direção do estreante Joel Souza, que também foi atingido por um dos disparos feitos por Baldwin. O gabinete do xerife do condado, confirmou à imprensa que foram duas pessoas atingidas:

“Os dois indivíduos baleados no set de ‘Rust’ foram a diretora de fotografia Halyna Hutchins, 42, e o diretor do filme, Joel Souza, 48, atingidos quando uma arma cenográfica foi disparada pelo ator e produtor Alec Baldwin”.

Halyna Hutchins
Imagem: Halyna Hutchins/ Arquivo pessoal

Veja mais:

Halyna Hutchins, que tinha 42 anos, foi socorrida por um helicóptero e levada ao hospital da Universidade do Novo México, em Albuquerque, onde não aguentou o ferimento e acabou vindo à óbito.

Joel Souza, de 48 anos, foi levado ao centro médico St. Vincent, em Santa Fe, onde recebeu atendimento e não corre risco de vida. A diretora de fotografia vinha registrando várias imagens dos bastidores de Rust.

Segundo o relato policial, não há dúvidas de que o que atingiu Hutchins e Souza partiu da arma cenográfica usada por Baldwin nas filmagens.

“foram baleados quando uma arma cenográfica foi disparada por Alec Baldwin, de 68 anos, produtor e ator… Os Detetives estão investigando como e que tipo de munição foi disparado.”

O disparo aconteceu durante uma cena, mas ainda não se sabe se era apenas um ensaio ou uma gravação de fato.

Ainda segundo as autoridades locais, o caso permanece sob investigação, mas ninguém foi preso e nenhuma queixa oficial foi registrada por enquanto.

A morte de Halyna Hutchins foi confirmada pelo departamento do Xerife e pela Guilda Internacional de Diretores de Fotografia.

“Recebemos notícias devastadoras, nesta noite, que uma de nossa integrantes, Halyna Hutchins, a diretora de fotografia de uma produção chamada Rust, no Novo México, morreu por lesões que enfrentou no set”

Hutchins nasceu na Ucrânia e cresceu em uma base militar soviética no Circulo Polar Ártico. Ela estudou jornalismo na Universidade Nacional de Kiev e chegou a trabalhar como jornalista investigativa em produções documentais na Europa.

A diretora de fotografia se formou no Instituto de Cinema Americano em 2015, e de lá pra cá esteve por trás de vários curta-metragens, até estrear ao lado de Joe Manganiello em seu primeiro longa independente, “Archenemy” lançado em 2020.

No ano de 2019, ela foi citada como um dos “10 diretores de fotografia mais promissores, que estão deixando sua marca” pela conceituada revista American Cinematographer.

O faroeste Rust foi inspirado em uma história criada por Joel Souza e Alec Baldwin, e conta a história de um infame fora-da-lei, Harland Rust (Baldwin), e a recompensa que ele buscou durante anos.

Quando seu neto distante de 13 anos, Lucas (Brady Noon), é condenado à morte por um assassinato acidental, ele precisará viajar para o Kansas, para salva-lo da condenação.

Juntos os dois precisam escapar do lendário U.S. Marshal Wood Helm (Jensen Ackles) e do caçador de recompensas Fenton “Preacher” Lang (Travis Fimmel), que seguem em seu encalço.

Segredos há muito enterrados e inesperados laços familiares vêm à tona, conforme a improvável dupla luta para sobreviver.

Halyna Hutchins
Imagem: Halyna Hutchins/ Reprodução

E aí cinéfilo, qual sua opinião sobre o caso? Deixe sua observação nos comentários e continue  acompanhando as notícias e análises preparadas pela equipe Proddigital POP!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários