Neste domingo (20) conhecemos os ganhadores do Emmy Awards 2020, uma importante premiação que funciona como um tipo de Oscar da televisão americana. A cerimônia  foi realizada virtualmente por conta das limitações causadas pela pandemia do Covid-19.

A 72ª edição do evento premiou os melhores programas de televisão americanos exibidos desde o segundo semestre de 2019 até o final de maio de 2020. As escolhas foram feitas pela Academia de Artes e Ciências da Televisão.

“Schitt’s Creek” foi uma grande surpresa ao arrematar um total de sete prêmios, incluindo as quatro categorias de atuação e o título de Melhor Série Cômica. A série “Succession” levou cinco estatuetas, incluindo o cobiçado prêmio de Melhor Série Dramática.

“Watchmen” da HBO não ficou de fora e também conquistou prêmios muito importantes como Melhor Minissérie, Melhor Roteiro em Minissérie e os prêmios de Melhor Atriz/Ator para Regina King e Yahya Abdul-Mateen II.

A cerimônia foi exibida nos Estados Unidos pela ABC, sendo apresentada por Jimmy Kimmel que fez um ótimo trabalho ao manter todos entretidos com seus comentários ácidos e descontraídos:

“Watchmen é uma série de super-heróis, mas também é bastante realista. Exceto nas partes onde todo mundo em Oklahoma está usando máscara.”

O Emmy 2020 foi realizado no Staples Center que fica localizado na cidade de Los Angeles e as cadeiras vazias foram preenchidas por recortes de papelão com fotos de celebridades compensando a falta do público.

Jimmy Kimmel
Imagem: Jimmy Kimmel/ Emmy 2020

Conheça agora a lista de vencedores do Emmy Awards 2020 e algumas informações adicionais sobre cada um deles:

Índice mostrar

MELHOR SÉRIE DE COMÉDIA – Schitt’s Creek

A trama de Schitt’s Creek acompanha os passos da família Rose, que já foi rica e por obra do destino é forçada a se mudar para a cidade fictícia de Schitt’s Creek após perder todo seu patrimônio.

A série foi criada por Daniel Levy juntamente ao seu pai, Eugene Levy (American Pie). Os dois interpretam a dupla de pai e filho David e Johnny Rose e além deles a irmã Sarah Levy também participa do elenco vivendo a garçonete Twyla Sands.

Schitt's Creek
Imagem: Schitt’s Creek/ Divulgação

A atriz Catherine O’Hara interpreta a matriarca da família Moira Rose, enquanto Annie Murphy interpreta a filha Alexis Rose. A série foi exibida pela CBC Television no Canadá e faz parte do catalogo da Netflix nos Estados Unidos, Reino Unido, Irlanda, Japão, Austrália e África do Sul.

No Brasil entretanto, Schitt’s Creek não está na Netflix, mas é possível assisti-la na programação do canal pago Comedy Central e no Net Now. O Uol Play conta com as cinco temporadas e no Prime Channels também é possível assinar o Paramount+ que possui a série por completo em seu catálogo.

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE COMÉDIA – Catherine O’Hara (Schitt’s Creek)

Nascida em  março de 1954, Catherine O’Hara é uma atriz, comediante e roteirista canadense. Ela traz em seu currículo vários prêmios, incluindo um Genie Award, dois Emmy’s e cinco Canadian Screen Awards.

O’Hara deu início em sua carreira na comédia em 1974 como membro do elenco de The Second City em sua cidade natal, Toronto. Como Moira Rose no sitcom da CBC Schitt’s Creek, seu desempenho lhe rendeu cinco prêmios canadenses de melhor atriz principal em série de comédia.

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE COMÉDIA – Eugene Levy (Schitt’s Creek)

Eugene Levy é um ator, produtor, roteirista (co-criador de Schitt’s Creek) e comediante canadense, muito conhecido por seu papel como Noah Levinstein, pai de Jim Levinstein (Jason Biggs) na série de filmes American Pie, sendo o único a participar de todos os oito filmes da franquia.

Eugene Levy
Imagem: Eugene Levy/ Schitt’s Creek

O ator frequentemente interpreta personagens nerds e pouco convencionais por se utilizar de um humor derivado de explicações excessivas e da maneira de como ele lida com situações complicadas.

Além da extensa lista de personagens, em 2011 Eugene Levy foi nomeado membro da Ordem do Canadá por suas contribuições como ator, escritor de quadrinhos e por sua dedicação à obras de caridade.

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA – Annie Murphy (Schitt’s Creek)

Anne Frances Murphy é uma atriz canadense nascida em dezembro de 1986 e foi aclamada pela crítica por sua atuação na série. Sua estreia como atriz foi no filme Lethal Obsession de 2007.

Anne Frances Murphy
Imaegm: Anne Frances Murphy/ Schitt’s Creek

Ela também apareceu em várias séries de televisão canadenses e americanas como The Beautiful Life em 2009, Blue Mountain State em 2010, Against the Wall em 2011 e Beauty & the Beast em 2012.

Anne Murphy co-criou e atuou em The Plateaus e seu desempenho na série lhe rendeu uma indicação ao Canadian Screen Awards 2016 de Melhor Performance em um Programa ou Série Produzida para Mídia Digital.

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE COMÉDIA – Daniel Levy (Schitt’s Creek)

Daniel Levy nasceu em Toronto Canadá e ao lado de seu pai Eugene Levy ganhou destaque internacional e aclamação da crítica por co-criar e estrelar a sitcom da CBC Schitt’s Creek.

Daniel começou sua carreira como apresentador de televisão na MTV Canadá e também esteve no thriller de 2012 Cyberstalker e na comédia dramática Admission de 2012 estrelado por Tina Fey e Paul Rudd.

MELHOR DIREÇÃO EM SÉRIE DE COMÉDIA – Andrew Cividino e Daniel Levy (Schitt’s Creek)

Como você já pode notar, Schitt’s Creek foi uma apelona no Emmy 2020 e a dupla Andrew Cividino e Daniel Levy levou mais essa. Cividino diridiu ao lado de Levy um total de nove episódios.

Somente na temporada final da série ele dirigiu sete episódios, incluindo o final “Happy Ending”. Sua estreia como diretor foi no filme “Sleeping Giant”, ganhador do prêmio de Melhor Filme Canadense no Festival Internacional de Cinema de Vancouver em 2015.

Andrew Cividino e Daniel Levy
Imagem: Andrew Cividino e Daniel Levy/ Schitt’s Creek

MELHOR ROTEIRO EM SÉRIE DE COMÉDIA – “Happy Ending” (Schitt’s Creek)

Happy Ending é o décimo quarto episódio e o final da sexta temporada de Schitt’s Creek e serve como desfecho para a trama. É o dia do casamento de David e Patrick e a cerimônia que seria ao ar livre, não teve o final esperado.

Andrew Cividino e Daniel Levy assinam a direção deste episódio que ilustra o último dia dos personagens como residentes de Schitt’s Creek, fato que não teria sido um problema quando a família se mudou para lá, mas pode resultar em fortes emoções agora.

MELHOR SÉRIE DE DRAMA – Succession

Quando o patriarca da família e proprietário do conglomerado de mídia Waystar Royco, Logan Roy (Brian Cox) passa por um problema de saúde, seus quatro filhos começam a se preparar para um futuro sem o pai e cada um começa a disputar destaque dentro da empresa.

Succession
Imagem: Succession/ Divulgação- HBO

O mais velho Connor (Alan Ruck), o faminto por poder Kendall (Jeremy Strong), o irreverente Roman (Kieran Culkin) e a politicamente experiente Siobhan “Shiv”, (Sarah Snook) todos com vários graus de conexão com a empresa.

Succession é uma produção da HBO e foi aclamada pela crítica sendo vencedora de prêmios como o British Academy Television Award de Melhor Programa Internacional e o Globo de Ouro de Melhor Série de Drama.

MELHOR ATRIZ EM SÉRIE DE DRAMA – Zendaya (Euphoria)

Zendaya Maree Stoermer Coleman é uma atriz, cantora, compositora e modelo americana. Ela se destacou por seus trabalhos em Shake It Up como Rocky Blue e posteriormente como protagonista de K.C. Undercover vivendo Katrina Charlotte Cooper.

Já no cinema, Zendaya ficou muito conhecida por suas atuações nos filmes Homem-Aranha: De Volta ao LarHomem-Aranha: Longe de Casa como “MJ”.

Veja a reação da atriz Zendaya ao saber que tinha ganhado o Emmy 2020 como Melhor Atriz de Série Dramática:

MELHOR ATOR EM SÉRIE DE DRAMA – Jeremy Strong (Succession)

Jeremy Strong é um ator americano que já atuou em vários filmes, incluindo Lincoln (2012), Zero Dark Thirty (2012), Selma (2014), The Big Short (2015), Molly’s Game (2017) e The Gentlemen (2019).

Strong deixou os atores Sterling K. Brown (This is Us) e Billy Porter (Pose) para traz, além dos ícones Steve Carrell (The Morning Show) e Jason Bateman (Ozark).

Jeremy Strong
Imagem: Jeremy Strong/ Succession

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM SÉRIE DE DRAMA – Julia Garner (Ozark)

Julia Garner é uma atriz e modelo norte-americana natural de Nova Iorque conhecida por interpretar Ruth Langmore na série Ozark da Netflix. Por esta atuação, conquista seu segundo Emmy consecutivo na categoria de Melhor Atriz Coadjuvante em Série Dramática.

Julia Garner
Imagem: Julia Garner/ OZARK

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM SÉRIE DE DRAMA – Billy Crudup (The Morning Show)

William Gaither “Billy” Crudup é um ator americano famoso por interpretar o Doctor Manhattan no filme Watchmen. Crudup também participou dos filmes Spotlight: Segredos Revelados (2015) como Eric MacLeish, Liga da Justiça (2017) como Henry Allen e Alien: Covenant (2017) como Christopher Oram.

Billy Crudup -The Morning Show
Imagem: Billy Crudup/ The Morning Show

MELHOR DIREÇÃO EM SÉRIE DE DRAMA – Andrij Parekh (Succession)

Andrij Parekh é um cineasta americano vencedor do Emmy de Melhor Direção para Série Dramática por seu trabalho dirigindo o episódio “Hunting” da série Succession. Parekh nasceu em Cambridge no estado de Massachusetts mas possui descendência Lemko e Indiana.

Ele atualmente vive e trabalha na cidade de Nova York produzindo videoclipes, incluindo trabalhos para artistas como MGMT em Electric Feel e The Killers em Spaceman.

MELHOR ROTEIRO EM SÉRIE DE DRAMA – Succession: “This Is Not For Tears” (Succession)

“This Is Not For Tears” é o décimo e último episódio da segunda temporada da série de televisão de comédia dramática da HBO “Succession” e o vigésimo no geral. Foi escrito pelo criador da série Jesse Armstrong e dirigido por Mark Mylod.

No episódio, os Roys tentam decidir quem sacrificar como bode expiatório público nas consequências de um escândalo de má conduta sexual que colocou o futuro da empresa em perigo.

Jesse Armstrong disse que a ideia de filmar o episódio em um iate partiu das histórias de magnatas da mídia como Robert Maxwell que conduziam reuniões importantes em iates familiares. As cenas foram filmadas no Mar Mediterrâneo, na costa da Croácia.

MELHOR MINISSÉRIE – Watchmen

A série é tecnicamente uma sequência que se passa 34 anos após os eventos da HQ publicada em 1987 pela DC Comics criada pelas lendas Alan Moore e Dave Gibbons.

Watchmen
Imagem: Watchmen/ HBO

Um grupo supremacista branco chamado Seventh Kavalry tem tomado as armas contra o Departamento de Polícia de Tulsa, levando os policiais a esconder suas identidades com máscaras para se proteger e também preservar suas famílias.

Angela Abar (Regina King), uma detetive conhecida como Sister Night, investiga o assassinato de seu amigo e superior, Judd Crawford (Don Johnson), e descobre segredos envolvendo as situações ao redor do vigilantismo.

MELHOR FILME PARA A TV – Má Educação

Má Educação é dirigido por Cory Finley e estrelado por Hugh Jackman e Allison Janney. O longa é baseado na história real do maior desvio de recursos da educação da história dos Estados Unidos que foi descoberto no começo dos anos 2000.

Má Educação
Imagem: Má Educação/ Divulgação

A história se passa na escola Roslyn localizada no distrito de Nova York e não é comum vermos o cinema norte-americano tocar nesse tipo de assunto. As atuações de Janney e Jackman são o ponto alto do filme, onde nenhum dos dois interpreta seus personagens como vilões clássicos.

O mais interessante sobre este caso é que o esquema fraudulento que desviou cerca de US$ 11 milhões, foi revelado por uma adolescente no jornal da escola e antes de toda a história vir a tona não havia nada suspeito no colégio Roslyn.

MELHOR ATRIZ EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV – Regina King (Watchmen)

Regina King nasceu em Los Angeles no estado da Califórnia e cresceu em View Park-Windsor Hills. A atriz ganhou dois Emmy’s como Melhor Atriz Coadjuvante em Telefilme/Minissérie por American Crime.

Em 2018 ganhou seu terceiro Emmy como Melhor Atriz em Minissérie/Telefilme por Seven Seconds. Foi aclamada pela crítica por seu trabalho no filme If Beale Street Could Talk e venceu diversos prêmios, incluindo o Oscar, o Globo de Ouro, o Critics’ Choice e o National Board of Review de Melhor Atriz Coadjuvante em 2019.

MELHOR ATOR EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV – Mark Ruffalo (I Know This Much is True)

Mark Alan Ruffalo é um ator, cineasta, produtor e roteirista norte-americano muito conhecido por seu papel como Bruce Banner no Universo Cinematográfico Marvel.

Ruffalo foi indicado ao Oscar de melhor ator coadjuvante em 2011 pelo filme The Kids Are All Right, em 2015 pelo filme Foxcatcher e em 2016 pelo filme Spotlight. Também atuou em títulos como Colateral ao lado de Tom Cruise e Jamie Foxx e Ilha do Medo com Leonardo DiCaprio.

I Know This Much is True
Imagem: I Know This Much is True/ HBO

MELHOR ATRIZ COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV – Uzo Aduba (Mrs. America)

Uzoamaka Nwaneka Aduba é uma atriz norte-americana muito conhecida por interpretar Suzanne “Crazy Eyes” Warren na série de televisão Orange Is the New Black da Netflix, pela qual foi premiada com dois Emmy’s e cinco SAG Awards.

Uzo Aduba também atuou em My Little Pony: The Movie (2017) como a voz da Rainha Ivona, em Candy Jar (2017) como Julia Russell e Steven Universe The Movie (2019) como a voz de Bismuto.

Uzo Aduba
Imagem: Uzo Aduba/ Mrs. America

MELHOR ATOR COADJUVANTE EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV – Yahya Abdul-Mateen II (Watchmen)

Yahya Abdul-Mateen II é um ator de 34 anos natural de Nova Orleãs muito conhecido por suas participações nas séries The Get Down e Baywatch. Além disso ele também atuou em filmes como O Rei do Show de 2017 e Aquaman de 2018 onde interpretou o personagem David Kane mais conhecido como o implacável caçador de tesouros e mercenário Arraia Negra.

Yahya Abdul Mateen II Watchmen
Imagem: Yahya Abdul Mateen II/ Watchmen

MELHOR DIREÇÃO EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV – Maria Schrader (Nada Ortodoxa)

Maria Schrader é uma atriz, diretora e roteirista alemã, sua atuação em Aimée & Jaguare lhe rendeu reconhecimento mundial. Teve seu primeiro sucesso no filme Keiner liebt mich, de Doris Dörrie, pelo qual recebeu um prêmio por sua atuação.

Ela também escreveu roteiros para o cinema como Eu Estive em Marte onde também foi co-diretora juntamente a Dani Levy (Schitt’s Creek), com quem foi casada. Além de Nada Ortodoxa da Netflix também dirigiu os filmes Vor der Morgenröte de 2015 Stefan Zweig: Adeus, Europa de 2016.

Maria Schrader
Imagem: Maria Schrader/ Diretora de Nada Ortodoxa

MELHOR ROTEIRO EM MINISSÉRIE OU FILME PARA A TV – “This Extraordinary Being” (Watchmen)

This Extraordinary Being é o sexto episódio da primeira temporada de Watchmen da HBO, sendo basicamente a história de origem de Justiça Encapuzada ou Hooded Justice que embora seja um personagem secundário cuja identidade nunca foi revelada, desempenhou um papel fundamental em impedir a tentativa de estupro de Espectral pelo Comediante.

Will é mostrado sendo introduzido no Departamento de Polícia de Nova York por Samuel J. Battle (Philly Plowden) que foi o primeiro oficial negro na força. A maior parte desse episódio foi filmado em Macon na Geórgia que serviu como a cidade de Nova York na década de 1930.

Tudo está em preto e branco, porém alguns  elementos são mostrados em cores como exemplo as imagens da mãe de Will tocando piano em algumas fotos. Além disso, em certas tomadas o jovem Will (Jovan Adepo) é trocado com Angela (Regina King) demonstrando sua imersão no sonho lúcido.

MELHOR ANIMAÇÃO – Rick And Morty

Rick And Morty é uma série de animação americana que mistura comédia e ficção científica, criada por Justin Roiland e Dan Harmon para o bloco de programação noturno Adult Swim exibido pelo canal Cartoon Network.

O enredo acompanha as aventuras do cientista alcoólatra Rick e seu neto Morty, que dividem seu tempo entre a vida familiar e viagens interdimensionais. Diferentes versões dos personagens habitam outras dimensões do multiverso e suas características pessoais podem variar de uma realidade para outra.

Rick And Morty
Imagem: Rick And Morty/ Cartoon Network

A série se originou de uma paródia animada em curta-metragem do filme De Volta Para o Futuro criada por Roiland para o festival de cinema Channel 101. As primeiras temporadas foram lançadas na Netflix com a dublagem brasileira realizada pelo estúdio Dubbing Company e transmitida nos canais TBS e TNT Séries e atualmente é exibida no Brasil também pelo canal Warner Channel.

MELHOR TALK SHOW DE VARIEDADES – Last Week Tonight com John Oliver

Last Week Tonight with John Oliver é um programa estilo “late-night talk show” que vai ao ar semanalmente no canal HBO, sendo apresentado pelo comediante britânico John Oliver. O show apresenta notícias de maneira descontraída abordando assuntos de natureza política e social.

Last Week Tonight com John Oliver
Imagem: Last Week Tonight com John Oliver/ HBO

John Oliver declarou recentemente ter total liberdade artística, inclusive para criticar as empresas e personalidades que desejar. O seu contrato inicial com a HBO foi de dois anos, mas foi renovado por mais duas temporadas de 35 episódios e posteriormente até 2020.

Oliver e o presidente de programação da HBO Michael Lombardo, conversam sobre a possibilidade do programa mudar de meia hora semanalmente para uma hora completa.

MELHOR PROGRAMA DE COMPETIÇÃO – RuPaul’s Drag Race

RuPaul’s Drag Race é um reality show  produzido pela companhia World of Wonder e idealizado e apresentado por RuPaul. Durante os episódios semanais, as competidoras participam de provas que testam suas habilidades de canto, dança, costura, humor e personalidade.

Inicialmente desenvolvido para a MTV norte-americana, a série estreou no canal Logo e acabou se tornando o programa mais assistido do canal. A boa aceitação do público fez com que o programa fosse renovado por doze temporadas.

RuPaul Andre Charles é um ator, drag queen, modelo, autor e cantor americano que ficou muito conhecido nos anos 90 por seu hit internacional “Supermodel (You Better Work)”.

RuPaul ganhou quatro Emmy’s consecutivos nos anos de 2016, 2017, 2018 e 2019 como melhor apresentador de reality show e em 2017 ele foi incluído na lista anual da revista Time das 100 pessoas mais influentes do mundo.

RuPaul's Drag Race
Imagem: RuPaul’s Drag Race/ Canal Logo

E aí, você concorda com todos os vencedores do Emmy Awards 2020 ou acha que a Academia de Artes e Ciências da Televisão falhou em alguma categoria?

Não fique de fora!!!

Se ligue nas notícias e informações sobre filmes e séries em nossa página Proddigital POP e também siga nossas redes sociais InstagramTwitterFacebook para não perder nenhuma novidade no universo incrível da cultura POP!!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários