Logo da empresa Rockstar San Diego
Rockstar San Diego - Divulgação
Fundação:1984 como Angel Studios em Carlsbad, Califórnia.
SedeCarlsbad, Califórnia, EUA
FundadorDiego Angel
Atuais donosSubsidiária da Rockstar Games, que pertence à Take-Two Interactive
Países que operaPrincipalmente nos EUA, mas colabora globalmente com a Rockstar Games
O que ofereceDesenvolvimento de jogos renomados como Red Dead Redemption

A Rockstar San Diego, antiga Angel Studios, é uma desenvolvedora de jogos norte-americano sediada em Carlsbad, Califórnia, no Condado de San Diego. Sendo um dos estúdios mais importantes da Rockstar Games, a marca é conhecida por desenvolver os jogos das franquias Midnight Club e Red Dead.

Neste artigo, você vai conhecer um pouco mais sobre a história do estúdio, sua jornada entre a atuação como Angel Studios até se transformar na Rockstar San Diego, principais jogos e muito mais. Acompanhe!

Quando a Rockstar San Diego foi fundada?

O estúdio foi fundado em janeiro de 1984, em Carlsbad, Califórnia, Estados Unidos da América, no Condado de San Diego. No período, no entanto, seu foco era a produção de animações em si, com a marca entrando no ramo dos jogos somente no início dos anos 1990.

Quem são os fundadores da Rockstar San Diego?

O grande nome por trás da fundação do estúdio é Diego Angel, empresário de origem colombiana. É daí que vem o nome original da marca: Angel Studios.

Continue depois da publicidade

Quem são os atuais proprietários da Rockstar San Diego?

Atualmente, a Rockstar San Diego é um dos estúdios da Rockstar Games, que pertence à multinacional americana Take-two.

O que a Rockstar San Diego oferece?

Como mencionado, a Rockstar San Diego é um estúdio de desenvolvimento de jogos, e tem as franquias Midnight Club e Red Dead como algumas de suas marcas mais conhecidas. Smuggler’s Run também é outra série de destaque. Sob o comando da Rockstar Games, o estúdio também colabora com diversos títulos da produtora e publicadora, a exemplo de jogos de GTA e Max Payne.

Um pouco da história do estúdio

A Rockstar San Diego passou por um período longo até se transformar no que é hoje, e tudo começa com uma atuação em um setor bem diferente do dos jogos.

Anos iniciais: a fundação da Angel Studios

Inicialmente, o objetivo de Diego Angel era ser um diretor de cinema. Foi essa paixão que o motivou a sair de Medellín, Colômbia, em 1971 e se fixar em Chicago. Em solo norte-americano, iniciou seus estudos em cinema na Columbia College Chicago, onde desenvolveu um enorme interesse pela área de animação por computador.

Continue depois da publicidade

Ao finalizar sua formação, decidiu que o melhor era realmente investir na indústria de animação, fundando a Angel Studios no ano de 1984. Nessa época, ele havia se mudado com a família para San Diego (devido a proximidade com o México), mas sediou a nova empresa em Carlsbad, no mesmo condado.

Como não tinha as habilidades necessárias para produzir as animações, além de acumular múltiplas funções dentro da organização, Diego contratou dois funcionários. Os dois anos iniciais foram bem fracos, com pequenos trabalhos realizados em vídeos, comerciais, partes de filmes e videoclipes.

Mas, depois de se entender melhor no mercado, a marca conseguiu um relativo sucesso, principalmente ao produzir os efeitos visuais do filme “The Lawnmower Man” e o videoclipe da música “Kiss That Frog” do cantor britânico Peter Gabriel, ambos projetos lançados no ano de 1992.

A entrada da Angel Studios no mundo dos jogos

No início da década de 90, a Angel Studios colaborou com em projetos de demonstrações tecnológicas para os computadores high-end (equipados para o máximo desempenho em FullHD, 2k, 4k, etc.) da fabricante americana Silicon Graphics.

Continue depois da publicidade

Genyo Takeda, da Nintendo, que era um cliente da Silicon, gostou bastante do trabalho executado pela Angel Studios. Assim, ele contratou a empresa para colaborar também com o console Nintendo 64, passando a integrar o chamado “Time dos Sonhos” da marca japonesa. A partir desse ponto, o estúdio alterou completamente seu foco para o desenvolvimento de jogos.

Primeiros títulos lançados

Apesar da parceria com a Nintendo, os primeiros jogos lançados com participação da Angel Studios chegaram em um trabalho para a Sega. O designer gamer Ed Annunziata o contratou para criar cutscenes (sequências não interativas) do jogo “Ecco: The Tides of Time” (1994), versão desenvolvida pela Novotrade International para o Sega CD; que se seguiu com colaborações em “Mr. Bones” (1996), desenvolvido pela Zono para o Sega Saturn.

Quanto aos projetos com a Nintendo, foi só então que o estúdio inaugurou seu trabalho como uma desenvolvedora principal, criando dois jogos com o jogador de beisebol americano Ken Griffey Jr.. “Major League Baseball Featuring Ken Griffey Jr.” chegou em 1998, enquanto “Ken Griffey Jr.’s Slugfest” chegou em 1999, ambos para o Nintendo 64.

No mesmo ano, a Angel Studios também iniciou uma parceria com a Microsoft, lançando o jogo “Midtown Madness” para o Windows. Em seguida, veio “Midtown Madness 2” (2000).

Continue depois da publicidade

Início da parceria com a Rockstar Games

O final dos anos 1990 e início dos anos 2000 tiveram diversas parcerias do estúdio, como as que apareceram acima. Outro que entra nessa lista é a portabilidade do jogo “Resident Evil 2” para o Nintendo 64, originalmente lançado pela Capcom no Playstation.

A colaboração mais importante, no entanto, que viria a mudar para sempre os rumos da empresa ocorreu com a Rockstar Games. A renomada editora chegou até a Angel Studios depois de ficar impressionado com o trabalho realizado em “Midtown Madness”. Isso levou o estúdio a desenvolver o jogo “Midnight Club: Street Racing”, publicado pela Rockstar no PlayStation 2 em 2000 e que se transformou em uma franquia nos anos seguintes. No mesmo ano, a parceria deu início a série “Smuggler’s Run”, com “Smuggler’s Run 2” e “Smuggler’s Run: Warzones” chegando já em 2001 e 2002, respectivamente.

Compra pela Take-Two: o surgimento da Rockstar San Diego

No ano de 2002, Diego Angel iniciou conversas para a venda da sua empresa com a Activision, Microsoft e a própria Rockstar Games. Lembrando que desde 1998 a Take-Two Interactive era a proprietária da Rockstar, e foi quem comandou as negociações.

A aquisição do estúdio aconteceu em novembro de 2002, pelo valor total de US$ 41 milhões. A Take-Two comprou a Angel e a transformou na Rockstar San Diego, mas Diego Angel continuou na empresa até 2005, quando saiu e voltou para a Colômbia.

Continue depois da publicidade

Desenvolvendo jogos como Rockstar San Diego

Com o novo formato, o estúdio deu continuidade inicialmente a série Midnight Club, lançando o jogo “Midnight Club II” em 2003, “Midnight Club 3: Dub Edition” em 2005, “Midnight Club 3: Dub Edition Remix” em 2006 e “Midnight Club: Los Angeles” em 2008.

E claro, tornou-se a desenvolvedora da série Red Dead, lançando “Red Dead Revolver” ainda em 2004, “Red Dead Redemption” em 2010 e “Red Dead Redemption 2” em 2018, além de outros projetos relacionados a franquias da Rockstar Games.

Quais são os principais jogos desenvolvidos pela Rockstar San Diego?

Depois de conhecer a história, vale a pena mergulhar um pouco mais nos títulos principais do estúdio.

Major League Baseball Featuring Ken Griffey Jr. (1998)

Da colaboração entre a Rockstar San Diego, então Angel Studios, e a Nintendo, vale o destaque para Major League Baseball Featuring Ken Griffey Jr.. O jogo de beisebol dá continuidade ao título “ Ken Griffey Jr.’s Winning Run” e permite ao jogadores escolherem qualquer franquia contemporânea da MLB, e joguem exibições, temporadas completas ou séries mundiais.

Continue depois da publicidade

Midtown Madness (1999)

Quanto aos trabalhos para a Microsoft, Midtown Madness 1 e 2 são jogos de corrida e foram importantíssimos para a história do estúdio, que ainda atuava como como Angel. O primeiro título se passa em Chicago e o jogador tem como objetivo ganhar corridas de rua e adquirir novos carros.

Um grande diferencial da série em relação a outras da modalidade – e o que ajudou a impressionar a Rockstar Games – foi a escolha de um tipo de “mundo aberto”, ao invés das tradicionais pistas fixas de corrida. Assim, os jogadores conseguem explorar o mapa da cidade.

Midnight Club (2000)

Midnight Club, além de marcar o início da parceria da Angel com a Rockstar Games, foi a primeira série na qual o estúdio focou ao se transformar na Rockstar San Diego.

Nesse caso, tratam-se de jogos eletrônicos de corrida de carro (também com um modelo de mundo aberto), onde os jogadores devem participar de corridas de rua. Diversas cidades são exploradas ao longo da Franquia, como Nova York, Los Angeles, Paris e Tóquio, e outros veículos também são introduzidos, como as motocicletas.

Continue depois da publicidade

Smuggler’s Run (2000)

Apesar de ter sido encerrada quando a Angel transformou-se na Rockstar San Diego, Smuggler’s Run foi uma série importante para o estúdio, dentro dessa parceria com a Rockstar Games.

Essa é uma outra franquia de jogos de corrida onde o jogador joga como um contrabandista, tendo diversos veículos diferentes à sua disposição. Eles serviam no contrabando de cargas. O mundo aqui também é sandbox.

Red Dead Revolver (2004)

Red Dead Revolver é um título de ação, aventura e tiro em terceira pessoa e abre a consagrada franquia Red Dead. O jogo foi desenvolvido já durante a atuação do estúdio como Rockstar San Diego e, embora não tenha feito o sucesso estrondoso de sua primeira continuação, Red Dead Redemption, marca o início da série e obteve números positivos crítica e comercialmente falando.

A obra se passa nos anos 1880, quando perdurava o Velho Oeste, e segue a história de Red Harlow. Ele é um caçador de recompensas que inicia uma missão de vingança para matar os responsáveis por tirar a vida dos seus pais.

Continue depois da publicidade

Red Dead Redemption (2010)

Red Dead Redemption é um sucessor espiritual de Red Dead Revolver e se passa no ano de 1911, quando o Velho Oeste vive seu momento de declínio. A obra segue a história de John Marston, que já foi um fora-da-lei mas que agora se vê obrigado a trabalhar como um caçador para o governo. Com sua esposa e filho sendo mantidos como refém, ele não tem escolha a não ser atender as ordens: levar três integrantes da sua antiga gangue para a justiça.

A perspectiva utilizada no jogo é em terceira pessoa e o mundo é aberto, o que permite ao jogador interagir de diversas formas com o ambiente. Como mencionado, o título recebeu aclamação pela crítica, ganhando diversas premiações de Melhor do Ano e vendendo milhões de cópias. Apesar de ser superado por sua “continuação”, Red Dead Redemption 2, também é um dos jogos mais vendidos da história.

Lembrando que a Rockstar San Diego também trabalhou no conteúdo extra Red Dead Redemption: Undead Nightmare, um episódio com uma temática zumbi, lançado ainda em 2010.

L.A. Noire (2011)

A Rockstar San Diego atuou como uma desenvolvedora de suporte para o estúdio australiano Team Bondi em L.A. Noire. O jogo de ação e aventura se ambienta na Los Angeles de 1947, e acompanha o detetive em ascensão Cole Phelps, que é encarregado de desvendar casos em 5 divisões. Assim, os jogadores precisam investigar os crimes, com a revelação de cada caso dependendo do desempenho de cada um.

Continue depois da publicidade

Max Payne 3 (2012)

A Rockstar San Diego não foi a única, mas também trabalhou em Max Payne 3, título desenvolvido pela Rockstar Studios, em colaboração com outros estúdios da Rockstar Games.

O jogo de tiro em terceira pessoa neo-noir se passa cerca de 8 anos após o segundo jogo, e segue Max Payne, que agora está em São Paulo, Brasil, trabalhando na área de segurança privada.

Grand Theft Auto V (2013)

Um dos jogos mais icônicos de toda a história gamer, sendo juntamente com Tetris e Minecraft um dos mais vendidos do mundo. Ele também contou com a colaboração da Rockstar San Diego. Quem conhece, sabe que Grand Theft Auto V teve desenvolvimento pela Rockstar North, mas o estúdio também prestou suporte.

Tudo se passa dentro do estado ficcional de San Andreas, com a história girando em torno de três criminosos (Michael, Franklin e Trevor). O jogador pode explorar livremente o mundo aberto do jogo.

Continue depois da publicidade

Red Dead Redemption 2 (2018)

Por fim, mas não menos importante, o estúdio também trabalhou em Red Dead Redemption 2. O desenvolvimento da terceira parte da franquia foi liderada pela própria Rockstar Games, mas a Rockstar San Diego foi uma das envolvidas.

O jogo é, na verdade, uma prequela de Red Dead Redemption. Ele se passa no ano de 1899, acompanhando Arthur Morgan, um fora-da-lei que tem que lidar com o declínio do Velho Oeste. Isso tudo enquanto é perseguido por gangues rivais, forças do governo, dentre outros.

Dando continuidade aos números superiores aos títulos anteriores da franquia, Red Dead Redemption 2 também marcou época. Ele está entre os 10 jogos mais vendidos de todos os tempos.

Considerações finais

Por fim, como foi possível observar, a Rockstar San Diego é um dos estúdios mais renomados da Rockstar Games, e que já tinha uma história de destaque antes de passar a pertencer a Take-two.

Carioca, estudante de Direito, servidora pública e apaixonada por vídeo games, tecnologia e cultura pop em geral. Tenho como hobbies consumir e produzir conteúdos relacionados a esses temas que me interessam, e adoro passar horas adquirindo conhecimento sobre os assuntos que mais gosto, tanto que mantenho um canal no Youtube sobre games há 4 anos. Meu contato com inglês vem de longa data, quando notei que para ter acesso a todo um universo de informações, dominar a língua era fundamental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui