Ator Michael Keaton
Michael Keaton - Divulgação

Michael Keaton é um ator norte-americano, conhecido por ter dado vida ao personagem Batman nos cinemas, isso no fim da década de 80 e início da década de 90. Nesse artigo, vamos conhecer justamente um pouco mais da história do ator, seus principais trabalhos, etc. Acompanhe!

Fatos rápidos sobre Michael Keaton

  • Nome completo – Michael John Douglas
  • Nacionalidade – norte-americano
  • Data de nascimento – 5 de setembro de 1951
  • Pais – George A. Douglas e Elizabeth Leona
  • Famoso como – ator

Quem é Michael Keaton?

Como mencionado, Michael Keaton é ator, já estando ativo no mercado desde o ano de 1975. Ao longo de sua carreira, ele conseguiu participar de produções importantes da indústria, com destaque para filmes como Beetlejuice (1988), Batman (1989), Birdman (2014) e Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017).

Biografia de Michael Keaton

Infância

Michael John Douglas (o Michael Keaton), nasceu em 1951, em Coraopolis, Pensilvânia, Estados Unidos da América, sendo o caçula de 7 irmãos. Ao longo de sua infância, vale lembrar, ele viveu em outras cidades do mesmo estado norte-americano. George Douglas, seu pai, era engenheiro civil, enquanto Elizabeth Leona, sua mãe, era dona de casa.

Sendo de família católica, o jovem Keaton frequentou a Montour High School, mas depois de terminar sua educação básica, foi estudar discurso na Kent State University (Ohio), no final da década de 60. Foi lá onde começou a aparecer em peças de teatro, retornando, posteriormente, à Pensilvânia para seguir sua carreira, mas agora vivendo na cidade de Pittsburgh.

Início de carreira

Antes de começar a atuar profissionalmente, Michael Keaton trabalhou como garçom e manobrista. Sua estreia efetiva se deu na televisão, em Pittsburgh e Los Angeles, onde participou de diversas séries de TV na década de 70.

Seu primeiro trabalho foi na série “Mister Rogers’ Neighborhood”, no ano de 1975, seguido por aparições em “Mary Hartman, Mary Hartman”, “Maude” e “All’s Fair”, em 1977.

Nos anos seguintes, Keaton continuou a atuar em séries de comédia, trabalhando em obras como “Mary” (1978), “The Mary Tyler Moore Hour” (1979) e “Report To Murphy” (1982). Nesse período, ele também fazia shows de stand up, para conseguir se manter financeiramente.

Estreia no cinema

A partir de 1982, o ator começou a focar em sua carreira no cinema, fazendo uma boa estreia no filme “Night Shift” (Corretores do Amor), onde deu vida a Bill Blazejowski, um dos protagonistas.

Foi por sua boa atuação que ele conseguiu ser escalado para “Mr. Mom” (Profissão Doméstico), uma comédia de 1983, onde também foi uma das estrelas principais, interpretando o personagem Jack Butler.

Chegada ao sucesso

Depois de sua estreia, Michael Keaton participou de alguns filmes mornos entre 1983 e 1987, como “Johnny, o Gângster” (1984), “Gung Ho” (1986) e “The Squeeze” (1987). Esse foi um período onde ele trabalhou mais como protagonista cômico.

Foi somente em 1988/89 que, finalmente, ele conseguiu alcançar todo o sucesso desejado, iniciando-se com “Beetlejuice” (Os Fantasmas se Divertem), filme de Tim Burton, que o levou a ser escalado pelo diretor a protagonizar “Batman” (1989), também de Burton, um grande sucesso comercial da época, e a primeira obra da franquia da Warner sobre o herói da DC.

Batman, em especial, foi uma grande virada de chave em sua carreira, uma vez que ele passou a atuar posteriormente em diversos filmes como protagonista dramático. Até então, ele tinha um perfil cômico muito forte, o que representava grande parte dos seus filmes.

Ele pôde reprisar seu papel como Bruce Wayne / Batman, em “Batman Returns” (1992), e só não deu vida ao herói na sequência de 1995 (Batman Forever), porque Tim Burton acabou sendo desligado da franquia, o que o levou a querer sair também, apesar dos esforços dos produtores.

Na década de 90, o ator permaneceu bastante ativo, participando de filmes como “Porco Rosso: O Último Herói Romântico” (1992), “My Life” (1993), “Eu, Minha Mulher e Minhas Cópias” (1996), “Jackie Brown” (1997), “Jack Frost/Uma Noite Mágica” (1998), dentre outros.

Período de baixa em sua carreira

Talvez pela própria comparação ao fato dele ter dado vida a ninguém menos que o Batman e pelo estrondoso sucesso que o filme fez, Michael Keaton experimentou um período de baixa em sua carreira nos anos posteriores.

Alguns dos trabalhos mais relevantes foram em “Live From Baghdad” (2002), ano do seu retorno para a TV; “A Filha do Presidente” (2004), nos cinemas; “White Noise” e “Herbie – Meu Fusca Turbinado” (2005).

Além disso, ele também conseguiu relativo sucesso em seus trabalhos de dublagem, como em “Cars” (Carros), de 2006), onde dublou o Chick Hicks; e em “Toy Story 3”, de 2010, dublando o personagem Ken.

Ressurgimento

Foi somente no ano de 2014 que Keaton conseguiu “ressurgir” em sua carreira, ao estrelar, ao lado de nomes como Zach Galifianakis, Emma Stone, Edward Norton e Naomi Watts, o filme “Birdman” (A Inesperada Virtude da Ignorância). Em Birdman, ele aparece no papel principal, dando vida a Riggan Thomson.

O filme foi um grande sucesso de crítica, recebendo, por exemplo, 9 indicações ao Oscar e vencendo em 4 delas (Melhor Filme, Melhor Diretor, Melhor Roteiro Original e Melhor Fotografia).

Michael Keaton foi extremamente elogiado por sua atuação, tanto que foi um dos indicados ao Oscar de Melhor Ator na edição, embora não tenha vencido. Já no Globo de Ouro, outra cerimônia de destaque no calendário da indústria cinematográfica, ele conseguiu vencer na categoria de Melhor ator – comédia ou musical.

Após isso, conseguiu outros papéis relevantes, como em “Spotlight” e “The Founder” (2016), além de ter sido homenageado na Calçada da Fama de Hollywood, nesse mesmo ano.

Projetos recentes e futuros de Michael Keaton

Quanto a seus projetos recentes mais importantes, Michael Keaton deu vida a Adrian Toomes / Abutre nos filmes do universo Marvel Comics: “Homem-Aranha: De Volta ao Lar” (2017) e “Morbius” (2022). E ele também reprisou seu papel de Bruce Wayne / Batman no filme “The Flash” (2023) e participou de Dopesick (2021).

Para o futuro, o ator retorna como Betelgeuse no filme “Beetlejuice 2” (Os Fantasmas se Divertem 2), previsto para 2024, que também será dirigido por Tim Burton, assim como o original, de 1988.

Embora tenha sido cancelado já em sua fase final de produção, por mudanças estratégicas da produtora quanto ao Universo DC, Keaton também gravou como Bruce Wayne / Batman em “Batgirl”, que pode ser lançado futuramente, mas permanece com futuro indefinido.

Vida pessoal

Em sua vida pessoal, Michael Keaton mantém-se bastante discreto. Oficialmente, o ator foi casado com a atriz norte-americana Caroline McWilliams entre os anos de 1982 e 1990. Com ela teve seu único filho, Sean Maxwell Douglas, nascido em maio de 1983.

Além disso, manteve um relacionamento sério com a também atriz e cineasta norte-americana Courteney Cox entre 1990 e 1995.

Quais são os principais trabalhos de Michael Keaton?

Beetlejuice (1988)

Em “Os Fantasmas se Divertem”, Keaton interpreta um dos personagens principais do filme, Betelgeuse. Trata-se de uma comédia de terror e fantasia que foi dirigida e co-roteirizada por Tim Burton. Ela fala sobre três fantasmas que tentam assustar os novos moradores de um antigo imóvel em que moravam.

Tudo começa com o casal Barbara Maitland e Adam Maitland, que vivem tranquilamente em uma casa de campo na região de Connecticut. Um dia, ao fazerem uma viagem qualquer, eles acabam se envolvendo em um acidente, ao desviar de um animal, e caem diretamente nas águas de um rio.

A trama segue e o casal retorna, aparentemente, normalmente para casa, mesmo sem lembrar-se como fizeram isso. Apenas nos eventos seguintes é que eles acabam descobrindo que são, na verdade, recém-falecidos, tendo ambos morrido afogados.

O único problema é que, após sua morte, o casal se vê preso em sua antiga casa, como fantasmas. Tudo isso enquanto o imóvel é vendido para a família Deetz. Como ainda não sabem como funciona o mundo dos mortos, e sem ter as habilidades necessárias para afugentar os novos moradores, Barbara e Adam acabam contratando um outro fantasma para ajudá-los. É aí que o Beetlejuice entra na história.

Batman (1989)

Batman foi o segundo filme a trazer para as telas do cinema a história do Homem Morcego – o primeiro foi Batman (1966) -, mas o grande responsável por inaugurar a franquia Warner, que perdura até hoje.

Michael Keaton aparece no papel do herói, juntando-se a um elenco bastante recheado, com destaque para o ator Jack Nicholson, que deu vida ao Coringa – uma das melhores interpretações do personagem na história, de acordo com alguns especialistas, e a melhor, para outros.

A trama gira em torno da história inicial do personagem, mostrando como Bruce Wayne tornou-se o Homem Morcego. Assim, tudo começa quando o jovem Bruce acaba presenciando o assassinato de seus pais, durante um assalto. É o evento que o motiva a tentar livrar sua cidade, Gotham City, dos criminosos.

Mesmo sem habilidades especiais, ele consegue focar grande parte do seu dinheiro e criar toda a estrutura necessária para colocar seu plano em prática, o que envolve armas, veículos e, claro, seu traje.

Com um orçamento de US$ 35 milhões, o filme foi um dos grandes sucessos de bilheteria do ano, arrecadando mais de US$ 411 milhões.

Birdman (2014)

Outro grande sucesso na carreira de Michael Keaton, como mencionado, é Birdman, seu principal filme considerando a crítica especializada. A história narra a trajetória de Riggan Thomson. Um ator de Hollywood que ficou famoso ao fazer um papel de super-herói (o Birdman), mas que viu sua carreira decair quando ele recusou-se a estrelar o 4º filme da franquia.

Agora, ele se vê buscando novamente a fama e seu reconhecimento enquanto ator. Isso é o que o faz tomar a decisão de roteirizar, dirigir e adaptar um já consagrado texto para a Broadway. Enquanto realiza a produção, porém, ele precisa lidar com sua ex-esposa, filha e agente, além de viver atormentado por uma voz estranha em sua cabeça.

O filme chama atenção por ter sido gravado de uma forma que tudo seja entregue em um único plano sequência. Assim, gerando um efeito bastante envolvente na trama. Como mencionado, a obra foi aclamada frente a crítica, com a atuação de Michael Keaton recebendo o devido reconhecimento.

Um ponto interessante, aliás, é que a arte consegue imitar um pouco da vida do ator aqui. Afinal, assim como no filme, ele interpretou o Batman, mas não conseguiu tanto sucesso assim depois que deixou o papel do herói, até que ressurgiu em Birdman.

Homem-Aranha: De Volta ao Lar (2017)

Outro filme que vale a pena destacar é Homem-Aranha: De Volta ao Lar. Afinal, Keaton tem um papel relevante na obra, sendo o antagonista da história, interpretando o vilão Adrian Toomes / Abutre. Essa é uma nova fase do amigão da vizinhança, agora inserido dentro do Universo Cinematográfico da Marvel, e com Tom Holland dando vida ao herói.

Tudo começa depois da batalha em Nova York, de 2012, onde os Vingadores impedem uma invasão. Adrian Toomes é o responsável por uma empresa que realiza a limpeza da cidade, mas tem seu papel assumido por um departamento de controle de danos, pertencente a Tony Stark. Completamente enfurecido com a situação, ele acaba se juntando a sua equipe para começar a comercializar a tecnologia alien. É assim que nasce o Abutre.

Anos mais tarde, mais especificamente em 2016, Peter Parker (que já é o Homem-Aranha) acaba sendo recrutado por Stark para a equipe dos Vingadores. Enquanto está em fase de treinamento, porém, ele acaba cruzando com o vilão.

Prêmios e indicações

Ao longo de sua carreira, Michael Keaton recebeu diversas indicações e prêmios. Com destaque para sua indicação ao Oscar de Melhor Ator (por Birdman); seu prêmio Globo de Ouro de Melhor Ator em Cinema – Comédia ou Musical (por Birdman); seu Globo de Ouro de Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme (por Dopesick); e seu Emmy de Melhor Ator em Minissérie ou Telefilme (por Dopesick).

Considerações finais

Como foi possível observar, Michael Keaton tem contribuído bastante para a indústria cinematográfica ao longo dos seus quase 50 anos de carreira. E como permanece ativo, tem tudo para contribuir ainda mais para a evolução e reconhecimento desse mercado.

Carioca, estudante de Direito, servidora pública e apaixonada por vídeo games, tecnologia e cultura pop em geral. Tenho como hobbies consumir e produzir conteúdos relacionados a esses temas que me interessam, e adoro passar horas adquirindo conhecimento sobre os assuntos que mais gosto, tanto que mantenho um canal no Youtube sobre games há 4 anos. Meu contato com inglês vem de longa data, quando notei que para ter acesso a todo um universo de informações, dominar a língua era fundamental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui