Free Fire é um game mobile do gênero battle royale de aventura e ação, publicado pela Garena e desenvolvido pelo estúdio vietnamita 111dots, que foi lançado para iOS e Android em 04 de dezembro de 2017.

O jogo bateu números realmente incríveis, sendo o segundo mais baixado na Google Play Store no quarto trimestre de 2018, e o quarto mais baixado no ano de 2018 no Google Play Store e no iOS simultaneamente.

Garena Free Fire foi um sucesso instantâneo, atingindo cerca de 80 milhões ativos todos os dias, e mesmo não sendo tão popular na Europa e na América do Norte, o game tem um público gigantesco no Brasil e em muitos países da Ásia.

Devido ao sucesso instantâneo, o jogo faturou o prêmio de “Melhor Jogo em Voto Popular” pela Google Play Store em 2018, sem contar com as criações de competições profissionais em várias partes do Brasil e do mundo.

Free Fire ainda levou o prêmio de “Jogo Mais Inovador” no Google Play de 2019, além de ter o maior número de jogadores ativos no país, segundo informações divulgadas pelo relatório do Global Digital Report emitido no mesmo ano.

Vale lembrar que a companhia de análise de mercado mobile, App Annie, declarou que o game bateu a marca de 1 bilhão de downloads na Google Play Store em 2020, se tornando o jogo mais baixado na loja do Android.

Pop
Imagem: Free Fire/ Divulgação

Os números reforçam que a popularidade de Free Fire não tem diminuído com o passar dos anos, pelo contrário, a  tendência é que o battle royale continue extrapolando os números.

Uma prova disso é que em 2021, os relatórios indicaram que o game foi o segundo mais baixado no Google Play Store no primeiro semestre do ano.

Para se ter uma ideia do tamanho do crescimento, há dois anos atrás o game tinha um total de 500 milhões de downloads na loja do Google e dobrou esse número em um intervalo de tempo muito curto.

Uma das explicações para isso está relacionada ao fato de a Garena ter criado vários eventos em parceria com grandes marcas nos últimos tempos, o que deu um incentivo para aqueles que já jogavam e ainda impulsionou o crescimento da comunidade.

Atualmente existem diversos Battle Royales disponíveis para smartphones, como é o caso do PUBG Mobile e do também popular Fortnite. Contudo, Free Fire se destaca entre os concorrentes e ainda permanece como a preferência dos usuários brasileiros.

Com gráficos muito mais leves e mecânicas mais simples do que a maioria de seus concorrentes, o game roda em praticamente todos os aparelhos, até mesmo os mais básicos, e talvez por este motivo seja capaz de atingir um público muito maior.

Free Fire desafia 50 jogadores a se manterem vivos até o final da partida, por pelo menos 10 minutos, em uma ilha completamente remota. O último desafiante a permanecer de pé é o vencedor.

As três maiores audiências de espectadores simultâneos do YouTube no país, são de campeonatos do jogo. Um dos primeiros campeonatos ocorreu na Malásia em 17 de março de 2018, como parte da segunda edição do ASUS King of Mobile.

O torneio mundial de Free Fire se chama Free Fire World Series, e ocorre a cada dois anos. A edição de 2020 foi substituída pelo Free Fire Continental Series, devido à pandemia de COVID-19.

A jogabilidade

Garena Free Fire é um game mobile que mistura ação, aventura e exploração no melhor estilo battle royale, que é jogado em perspectiva de terceira pessoa.

Gameplay
Imagem: Free Fire/ Reprodução

Para iniciar no jogo é preciso criar uma conta pessoal no aplicativo, onde é possível escolher optar por criar um login de acesso particular, ou se conectar a uma conta no seu próprio perfil do Facebook.

Após efetuar o login de maneira satisfatória, o jogador deve configurar seu perfil e explorar as opções do jogo, para obter maiores informações sobre o game e escolher o personagem que irá representá-lo na partida, sendo que no início, somente duas opções estarão liberadas. 

Feito isso, é possível iniciar uma partida, apenas clicando no botão para optar entre “Modo Clássico” ou “Partida Ranqueada” no canto inferior direito da tela, e depois em “decolar” para aguardar até que o avião voe por cima da ilha.

O game permite escolher um local de sua preferência para aterrizar, utilizando as ferramentas de direcionamento do seu pára-quedas e então iniciar a etapa de sobrevivência e coleta dos itens de batalha.

Uma vez na ilha, é possível utilizar diferentes tipos de armas e vários itens que ficam disponíveis no terreno. Estas ferramentas podem ajudar o jogador nos momentos em que precisa se esconder ou mesmo na hora de enfrentar um inimigo.

Enquanto o avião estiver sobre a ilha o jogador tem a opção saltar onde desejar, o que possibilita a escolha de um local estratégico para coletar armas e utensílios antes de se encontrar com outros jogadores que estiverem na partida.

Armas de pequeno, médio e grande porte, facas e Katanas, granadas, assim como curativos médicos, coletes a prova de bala, capacetes, mochilas, dentre vários outros itens, podem ser coletados por toda a extensão da ilha.

O objetivo principal da partida, é ser o último participante a se manter de pé, e para isso, será necessário eliminar cada um dos adversários pelo caminho, se mantendo dentro de uma zona segura, que vai diminuindo gradativamente.

Free Fire
Imagem: Free Fire/ Reprodução

Leia também:

O jogo ainda contém itens especiais que ficam disponíveis que podem ser adquiridos pelos usuários, como armas diferenciadas e pets, por exemplo, além de elementos promocionais que são  liberados por um período de tempo.

Além da customização dos personagens com vários tipos de roupas estilizadas, Free Fire possui um ranking, onde os jogadores que terminam as partidas em boas colocações, têm acesso à personagens com novas habilidades que vão sendo desbloqueados.

Esses novos personagens podem colocar os jogadores em um patamar superior nas partidas, mas esses elementos também podem ser adquiridos através do “Fire Pass”, o produto vendido pelo aplicativo.

Por que Free Fire ficou virou febre

Em pouco tempo no mercado, Free Fire conquistou um público considerado impressionante na história dos games mobile, se tornando uma verdadeira febre mundial.

Pode-se dizer que a sua popularidade se deve primordialmente ao fato de ser um jogo acessível, que foi desenvolvido para rodar até mesmo nos modelos mais simples de smartphones.

O game ocupa um espaço que pode ser considerado muito pequeno para a memória dos celulares atuais, sendo cerca 460 megabytes no iOS e 270 megabytes no Android.

Free Fire
Imagem: Free Fire/ Reprodução

Além disso, ele não requer versões mais atuais dos sistemas operacionais para conseguir rodar, sendo que no Android, funciona em celulares com o sistema a partir da versão 4.0.3, e no iPhone, o requisito mínimo é a versão 9.0 do iOS.

Free Fire roda muito bem em aparelhos medianos, com modelos de personagens que podem ser considerados muito bonitos, mas abrindo mão de mapas mais detalhados. Um exemplo disso, são as casas que não possuem portas nem janelas.

De fato, isso tem um preço, sendo que os combates não chegam nem perto da complexidade e do realismo que estão presentes nos seus concorrentes. Contudo, podemos dizer que o nicho desejado pelo estúdio, com certeza foi alcançado.

Outra grande vantagem do game, é que ele não utiliza quantidades exorbitantes de dados móveis, o que possibilita que as partidas sejam jogadas sem uma conexão via Wi-Fi.

Isso sem contar o fato de que o jogador pode acompanhar o quanto o aplicativo está consumindo dos seus dados móveis em tempo real.

Ainda precisamos destacar que Free Fire é um jogo com uma premissa muito simples, que é capaz de agradar desde os jogadores novatos até os mais experientes, onde o objetivo é unicamente ser o último sobrevivente.

Um dos elementos que torna as partidas mais dinâmicas e fáceis de se adaptar, é o fato de as miras possuírem um sistema de trava diferenciado, que ajuda muito na hora de manter as rajadas de tiro fixadas no inimigo.

Além disso, as munições não são separadas por calibres, podendo ser utilizadas em praticamente todas as armas que estão disponíveis dentro do mapa.

De fato, os gráficos do game não são tão bonitos e realistas como em outros jogos do mesmo gênero, mas mesmo assim, Free Fire consegue apresentar uma qualidade razoável de cenários e texturas.

Ronaldo
Imagem: Free Fire/ Reprodução

E por falar em simplicidade, ainda precisamos destacar que os menus são extremamente intuitivos e o jogador consegue caminhar até uma partida sem grandes mistérios.

Outro triunfo do jogo da Garena, é o de proporcionar um tipo de entretenimento rápido e divertido para os seus usuários, onde as partidas duram no máximo dez minutos, em uma experiência extremamente interativa.

Para se ter uma base, o PUBG Mobile, por exemplo, coloca 100 jogadores em uma única partida, que pode vir a durar até 30 minutos. 

Por outro lado, a jogabilidade mais dinâmica de Free Fire força os gamers a entrarem de cabeça nas batalhas, antes mesmo de pensarem em estratégias consideradas mais seguras, simplesmente pela diversão.

Um dos maiores desafios enfrentados pelos jogos online, é o de trazer conteúdos considerados relevantes, com uma certa frequência, uma estratégia que tem o objetivo de manter os jogadores engajados.

Com esse objetivo, desde o início de 2018 a Garena passou a disponibilizar Passes de Elite todos os meses, uma tática que lembra as temporadas de Fortnite, que sempre trazem novas skins para os jogadores.

Além disso, Free Fire constantemente faz atualizações com o intuito de melhorar a jogabilidade e para deixar o jogo mais emocionante.

A Garena vem trazendo novas áreas para o mapa, além de modos de jogo diferenciados, itens e armas especiais. Sem contar com os desafios diários e os eventos dentro do game, que podem ser utilizados para liberar novas skins e prêmios em diamantes.

E aí gamer, o que achou do nosso conteúdo? Deixe sua opinião nos comentários e acompanhe as notícias e análises da nossa página, para que a equipe Proddigital POP possa continuar na jornada do crescimento sem fim!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários