Embora desconhecidos do grande público, nos quadrinhos Os Eternos arcos incríveis enquanto esteve nas mãos de lendas como Neil Gailman, John Romita Jr., Walter Simonson entre outros.

A equipe foi criada em 1976 por Jack Kirby, mas alguns indícios apontam para que o autor já tivesse o conceito de alguns personagens no início da década de 1950, antes mesmo da própria marca Marvel Comics existir.

O mais interessante sobre os arcos envolvendo Os Eternos, é geralmente estão ligadas aos primórdios da vida na Terra e à origem de seres poderosos e entidades que são muito importantes para o desenvolvimento do Universo Marvel.

Os Eternos
Imagem: Os Eternos/ Marvel Comics

Os Eternos fizeram sua estreia na revista The Eternals #1, publicada em julho de 1976 e compreendem toda uma raça criada a partir dos primeiros habitantes da Terra, que tiveram sua genética modificada por ancestrais conhecidos como Celestiais.

Os Celestiais são seres cósmicos extremamente poderosos, sendo uma raça tão antiga quanto enigmática. Cogita-se que nos primórdios do universo haviam tantos deles quanto as próprias estrelas.

Porém, durante o evento conhecido como “Guerra Celestial”, muitos foram dizimados por uma arma chamada Armadura Assassina de Deuses, criada pelos Aspirantes que buscavam obter o domínio de toda a existência.

Os Celestiais são responsáveis também pela evolução da raça humana, assim como o avanço tecnológico de muitas civilizações antigas, tais como os Egípcios, os Astecas, os Maias, os Incas e os Atlantes.

Suas experiências genéticas foram responsáveis por muitos eventos evolutivos, tais como a criação das raças dos Eternos e também dos Deviantes. O principal objetivo dos Celestiais no universo é estimular a evolução das espécies.

Os Deviantes por outro lado, se tratam de uma raça representada pelos experimentos fracassados dos celestiais. Eles possuem uma genética instável e são encarados como erros dos Celestiais, sendo monstros horrorosos e malvados que nunca deveriam ter existido.

Eles nutrem um ódio incontrolável pelos Eternos e por todas as criações que vieram depois, principalmente os seres humanos.

Um detalhe interessante sobre os Deviantes, é que eles são extremamente religiosos e possuem até mesmo sua própria Bíblia, dedicada ao Celestial Tiamut- O Sonhador.

Deviants
Imagem: Deviantes/ Marvel Comics

É importante deixar claro que ao longo das eras, os Celestiais realizaram experiências em diversos cantos da galáxia, criando grupos de Eternos e Deviantes em muitos dos planetas que foram visitados.

Todos os Eternos são dotados com a capacidade de manipular a energia cósmica, e embora cada um dos seus membros tenha utilizado essa fonte de energia de uma maneira muito particular, em sua origem, seus poderes são praticamente os mesmos.

Essencialmente, cada eterno possui super-força e resistência extrema, poderes mentais e a capacidade de se especializar em uma área específica, que se manifesta em um poder único.

Suas habilidades especiais podem ser moldadas dependendo da região do planeta em que nascem ou mesmo pelas características físicas ou psíquicas de cada um. Tudo isso sem contar o fato de serem aparentemente imortais.

Os principais Eternos no Universo Marvel

Atualmente nos quadrinhos, existem cerca de 100 Eternos espalhados pelo Universo Marvel, mas nossa equipe montou aqui, uma lista com os principais representantes desta raça de seres superpoderosos. Confira:

Ikaris

Ikaris é nasceu e cresceu na Terra, sendo chamado de “Eterno Polar” por ter sido concebido na Polaria, uma área hoje conhecida como Sibéria. Ele é o filho dos Eternos Virako e Tulayn e seu verdadeiro nome de nascimento é Dédalo.

Quando o Segundo Anfitrião dos Celestiais afundou o Deviante Lemúria no evento conhecido como o “Grande Cataclismo”, Ikaris guiou um navio de humanos para um lugar seguro.

Ikaris
Imagem: Ikaris/ Marvel Comics

Aquelas pessoas confundiram Ikaris com um pássaro e ele é lembrado como a pomba que guiou Noé até as Montanhas do Ararate.

Ikaris se tornou o grande líder da sociedade de Eternos depois de desafiar Thena, mas principalmente por também ter sido o responsável por apresenta-los ao mundo como um time de super-heróis.

Thena

Thena nasceu na cidade de Olímpia, na Grécia antiga, sendo originalmente chamada de Azura. Porém, seu pai Zuras precisou alterar seu nome por decreto real para se assemelhar ao da filha de Zeus, Atena.

Tudo isso para selar o tratado entre os deuses do Olimpo e os Eternos, no qual os Eternos atuariam como representantes dos deuses na Terra, com Thena servindo como representante pessoal de Athena.

Enquanto crescia ela se tornou uma estudiosa e uma grande guerreira, tendo dois filhos com o senhor da guerra dos Deviantes Kro.

A cidade de Atenas foi aparentemente construída para ela, e não para a deusa, embora Thena mais tarde tenha permitido que ela fosse conquistada pelos espartanos em 404 A.C.

Sersi

Sersi é um membro da quarta geração dos Eternos, sendo filha dos Eternos Helios e Perse, e nasceu provavelmente em Olímpia, na Grécia.

Ela é uma das representantes mais poderosas da equipe, devido à sua capacidade de manipular a matéria em um nível subatômico, contudo, vive exilada de sua raça por preferir ficar entre os humanos, se tornando uma aliada frequente dos Vingadores.

Sersi
Imagem: Sersi/ Marvel Comics

Sersi e viveu entre a humanidade mais do que qualquer outro Eterno, exceto o Esquecido. Assim, passou por vários lugares de importância histórica, como a Roma de Nero, até Camelot, na corte do lendário Rei Artur.

Como um Eterno da Terra, ela é descendente dos Eternos originais criados pelos Celestiais e ainda foi fortalecida pelas experiências de Kronos com a força vital cósmica.

Ajak

Assim como Ikaris, Ajak também faz parte do subgrupo conhecido como Eternos Polares. Grande combatente corpo-a-corpo, ele se tornou um dos guerreiros mais importantes da sociedade dos Eternos.

Teve grande atuação na América Central, sendo visto como um deus entre os povos Incas e Astecas. Durante a terceira incursão dos Celestiais à Terra, ele ficou responsável por ser a ligação entre os Eternos e os Celestiais.

Ajak foi colocado em uma espécie de sono suspenso, na Cidade dos Deuses do Espaço. Lá ele aguardaria ser acordado por Ikaris na Era moderna, a partir da quarta incursão dos Celestiais.

O povo Inca o enchergava como um Deus, ao qual chamavam de Tecumotzin, O Senhor do Voo.

Kingo Sunen

Nascido em um assentamento japonês de Eternos, ele acabou desenvolvendo-se nas artes marciais durante o século VXI. Nos tempos modernos, Kingo usou seus conhecimentos como samurai para se tornar um grande astro do cinema.

Ele tem todos os poderes típicos dos Eternos, quase imortalidade, superforça, vôo, projeção de energia e manipulação molecular. No entanto, ele evita o uso desses poderes em batalha, preferindo lutar da maneira tradicional do Samurai.

Sprite

Famoso por suas trapaças, ele tem uma enorme gama de poderes que incluem telepatia, telecinese, ilusionismo e manipulação cósmica. Além disso ele nunca envelhece, permanecendo sempre com a aparência de uma criança.

Os Eternos
Imagem: Sprite/ Marvel Comics

Por vezes, ele tem um comportamento inconsequente, que prejudica tanto humanos quanto sua própria equipe. Nos quadrinhos da Marvel, o personagem Peter Pan de JM Barrie foi inspirado em Sprite, que apareceu levitando à sua frente no Hyde Park , em Londres.

Durante um terremoto de São Francisco em 1906, a câmara de Tiamut foi danificada. Os Eternos formaram o Unimente para consertá-lo, fazendo Sprite perceber que poderia usar os poderes para mudar sua vida Eterna e permitir que ele finalmente crescesse.

Gilgamesh

Dotado de força, velocidade, agilidade e grande resistência, Gilgamesh é considerado um dos Eternos mais poderosos da Terra.

Muitos acreditam que ele tenha nascido durante o período Neolítico e sua longevidade, o permitiu aprender várias técnicas de luta em diferentes momentos da história.

Gilgamesh passou grande parte de sua infância e adolescência vagando pela Terra, e durante esse período, ele era frequentemente confundido e considerado várias figuras de lendas ou mitos, como Hércules, Atlas e Sansão.

Zuras o sentenciou a ficar confinado na cidade natal dos Eternos, Olympia, por sua orgulhosa intromissão no mundo mortal. Ele permaneceu no exílio por décadas, evitado por seus companheiros eternos.

Phastos

Confundido com o deus grego Hefesto, Phastos é o responsável pela forja de armas. Ele serviu como um mestre em tecnologia para os Eternos da Terra e criou inúmeras armas e invenções para eles.

Os Eternos
Imagem: Phastos/ Marvel Comics

Sempre melancólico e depressivo, ele se nega a lutar e está sempre procurando por alguém ou alguma coisa que lhe traga algum sentido na vida.

Talvez a busca de Phastos tenha sido a razão pela qual ele permaneceu na Terra quando a maioria de seus companheiros Eternos partiu para o espaço.

Makkari

O personagem é famoso por sua super-velocidade e impaciência, sendo muitas vezes desprezado pelos demais membros dos Eternos.

Ele aprendeu engenharia com seus pais e por causa de sua paixão pela velocidade, aplicou as ciências para projetar vários navios de transporte de alta velocidade.

Sob o nome de Thoth, ele ensinou os egípcios a escrever e também era frequentemente confundido com o deus olímpico Hermes, assim como no Império Romano, ele era comparado ao deus Mercúrio.

Druig

Druig é um Eterno Polar filho de Valkin e primo de Ikaris, mas foi uma decepção para seu pai, que no entanto, fez vista grossa para as falhas de seu filho.

É o mais perigoso dos Eternos e pode controlar a mente das pessoas, principalmente seus medos e pesadelos. Ele é um conspirador sedento por poder que despreza os humanos e tem seus próprios planos de domínio.

Domo

Ele se dedica estritamente ao avanço tecnológico, orientando os hábitos culturais e sociais dos Eternos na Terra. Além disso, ele é um aliado histórico de Ikaris e o administrador dos negócios em Olympia, respondendo diretamente à Zuras.

A Família Thanos

Para quem não fazia ideia, chegamos à um dos representantes mais intrigantes dessa lista, o grande vilão das três primeiras fases do UCM. Thanos é um Eterno que nasceu na colônia de Titã e foi extremamente hostilizado por causa de sua pele roxa.

Thanos
Imagem: Thanos/ Marvel Comics

Sua aparência é resultado da presença de genes Deviantes em sua fisiologia e apesar de sua conexão com os poderes cósmicos dos Eternos, ele é considerado ainda mais poderoso que os demais representantes de sua raça.

Mentor

Também conhecido pelo seu nome de nascimento, A’Lars é o pai de Thanos e foi ele o responsável, juntamente com sua esposa Sui-San, por criar uma nova colônia de Eternos em Titã.

Kronos

Pai de Zuras e Mentor, Kronos liderou uma grande rebelião contra seu irmão a fim de acabar com a ameaça que o mesmo representava. Após aposentar-se das batalhas, ele passou a dedicar-se somente à ciência.

Foi justamente em um dos seus experimentos que ele foi morto e teve seu corpo dissipado em átomos. Atualmente, ele continua existindo como uma entidade temporal e vive em um plano superior.

Zuras

Irmão de Mentor, Zuras é um Eterno muito poderoso que foi escolhido para liderar a raça alienígena após a morte de Kronos. Além disso, ele foi o primeiro Eterno capaz de invocar a entidade conhecida como Unimente.

A Unimente é o poder de estar conectado com todas as coisas e suas essências, sendo a forma suprema da Iluminação e da Telepatia Cósmica.

Os Eternos
Imagem: Zuras/ Marvel Comics

Uranos

Irmão de Kronos, Uranos é um dos representantes da primeira horda de Eternos, sendo famoso por sua brutalidade em batalha. Ele foi banido para o espaço após ter sido derrotado pelo irmão e morreu em Titã, tendo seu legado totalmente desfeito.

Starfox

Irmão de Thanos, e filho de Mentor, Starfox também é chamado de Eros, sendo conhecido pelo seu excelente humor. Além disso, ele também tem a capacidade de manipular as emoções daqueles que o cercam.

Os conceitos utilizados na mitologia dos Eternos

O conceito básico de Os Eternos gira em torno da teoria dos astronautas ancestrais, que ficou muito conhecida graças ao livro “Eram os Deuses Astronautas?” escrito por Erich von Däniken e publicado em 1968.

OS ETERNOS DA MARVEL
Imagem: Os Eternos/ Marvel Comics

No entanto, Jack Kirby foi capaz de trazer um ar de grandiosidade ao assunto, introduzindo em suas histórias, as criaturas mais inexplicáveis e misteriosas de todo o Multiverso Marvel.

Os Celestiais não são Deuses, mas são a coisa mais próxima do conceito tradicional de divindades. Na realidade, eles são exploradores e cientistas, responsáveis por cultivar a vida no universo.

Foram seus experimentos que geraram, por exemplo, a sub-raça metamorfa dos Skrulls, que inicialmente se tratava de uma espécie pacífica e sem poderes.

Em sua primeira incursão na Terra os Celestiais fizeram experimentos genéticos com a raça de proto-humanos que encontraram habitando o planeta. Com base nesse ancestral eles criaram três espécies, sendo os Deviantes, os Eternos e os Humanos.

Os humanos acabaram escravizados pelos Deviantes e assim permaneceram por muito tempo, o que os levou a uma guerra contra os Eternos, que foram incumbidos pelos Celestiais de serem os protetores da humanidade e da Terra.

Quando a segunda incursão dos Celestiais quase aniquilou os Deviantes por completo, os Eternos passaram a agir como guias para os humanos, ensinando-os a cultivar, construir, a escrever, além de matemática, engenharia e etc.

Inevitavelmente, os homens começaram a enxergar os eternos como Deuses, o que depois explicaria a confusão dos nomes com divindades que a Marvel já publicava, como os asgardianos e os Deuses do Olimpo por exemplo.

Os Eternos
Imagem: Os Eternos/ Marvel Comics

A origem dos Eternos na Marvel Comics

Em 1970, Jack Kirby saía da Marvel para trabalhar na DC Comics, com a proposta de ter total liberdade para criar novos personagens e histórias. Ficar à vontade era realmente tentador para uma fonte infinita de ideias, como o próprio Stan Lee o descrevia.

Foi nessa fase que ele começou a desenvolver a Saga do Quarto Mundo, estabelecendo a poderosa raça dos Novos Deuses, que era dividida em duas porções completamente opostas uma da outra.

Os residentes de Nova Gênese eram liderados pelo benevolente Pai Celestial, enquanto os habitantes de Apokolips se curvavam ao temível Darkseid, que futuramente se tornaria um dos maiores vilões da DC.

Em poucas palavras, O Quarto Mundo de Kirby se resume em uma ópera espacial que relata uma eterna luta entre o bem, representado por Nova Gênese e o mal na figura de Apokolips.

Os Novos Deuses
Imagem: Os Novos Deuses/ DC Comics

Inicialmente, o autor estava disposto a compor um arco completo com os títulos que formavam o núcleo do Quarto Mundo, sendo eles, “New Gods”, “Forever People”, “Mister Miracle” e o já existente Superman’s Pal Jimmy Olsen.

Contudo, a revista do Senhor Milagre acabou se tornando muito mais popular entre os leitores e a DC achou melhor dar mais destaque ao personagem, fazendo com que a grande saga idealizada por Jack Kirby fosse colocada de lado.

Ele deixou a DC Comics ao final de seu contrato em 1975, com várias ideias que ainda não havia usado, e um ano depois acabou voltando para a Marvel. Porém, dessa vez o quadrinista recebeu sinal verde da editora para compor suas próprias criações como quisesse.

O resultado disso foi a revista “The Eternals”, que seria publicada de 1976 a 1978, sendo composta por 19 edições e introduzindo conceitos que se tornariam canônicos para todo o universo da Marvel nos anos seguintes.

Dessa forma, Os Eternos é a segunda tentativa de compor uma saga cósmica, mas desta vez, tendo a Terra como palco principal. Ironicamente, Jack Kirby deixaria a Marvel para se aventurar na animação televisiva e nos quadrinhos independentes, deixando a história novamente em aberto.

Outros artistas como Neil Gaiman e John Romita Jr. assumiram o legado de Kirby e fizeram inúmeros reboots, estabelecendo até mesmo que as experiências dos Celestiais em seres humanos, foram responsáveis por desencadear um potencial genético quase infinito, dando origem ao famoso Gene X.

Dane Whitman- O Cavaleiro Negro

Dane Whitman é um cientista que acabou herdando o legado de sua família, sendo obrigado a usar o manto de Cavaleiro Negro. Ele ainda tem o imenso fardo de limpar o nome de seus ancestrais.

Cavaleiro Negro
Imagem: Cavaleiro Negro/ Marvel Comics

O personagem foi criado em 1955 por Stan Lee e Joe Maneely, e as histórias do herói eram publicadas originalmente pela Atlas Comics, a antecessora da Marvel Comics.

O primeiro Cavaleiro Negro foi Sir Percy de Scandia, um guerreiro escolhido pelo próprio Merlin para receber uma espada forjada do núcleo de um meteorito. O herói usou a lâmina para proteger Camelot, mas com o tempo ela se tornou amaldiçoada devido a todo o sangue que foi derramado.

A Espada de Ébano foi passada de geração em geração e Dane Whitman só ficou sabendo de sua existência quando retornou ao lar ancestral de sua família, sendo apresentado a ela por seu tio Nathan Garrett.

Garret confessou que havia se tornado um vilão, matando muitas pessoas e manchando o legado do Cavaleiro Negro. Antes de morrer, ele passou a espada para o sobrinho e junto dela, a difícil missão de limpar o nome de sua família.

Whitman é um espadachim habilidoso, mas carrega a maldição causada pelos crimes cometidos por seus ancestrais. Embora a lâmina seja capaz de defletir magia, quanto mais vítimas o portador clamar, mais ele será absorvido pelo desejo mortal de sua lâmina.

O Cavaleiro Negro também utiliza outras armas mágicas cedidas pela Dama do Lago, como a Espada da Luz e o Escudo da Noite que também possuem propriedades místicas. Em algumas HQs, o herói também cavalga em um cavalo alado.

Qual a ligação entre o Cavaleiro Negro e Os Eternos?

Dane Whitman se tornou líder em uma das formações dos Vingadores, e foi assim que ele acabou se envolvendo em um relacionamento com Sersi.

Os Eternos sofrem com um problema causado pela imortalidade, conhecido como Mahd Wy’ry. Suas mentes basicamente humanas, entram em colapso devido ao peso do conhecimento quase ilimitado com o passar dos anos.

Quando Sersi começa a sofrer com esse problema, ela liga sua mente ao Cavaleiro Negro para salvar sua sanidade. Dessa forma, ela desenvolve a habilidade de viajar através das dimensões e embarca junto com o herói em uma jornada de exploração pelo Multiverso.

Os Eternos
Imagem: Celestiais/ Marvel Comics

E aí nerd, o que achou do universo incrível de Os Eternos da Marvel Comics? Deixe sua opinião pra gente nos comentários e continue ajudando a nossa equipe a crescer cada vez mais.

 

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários