A atriz Jennifer Tilly acaba de confirmar que o episódio final da primeira temporada da série Chucky será bem especial, e terá aproximadamente 90 minutos, em homenagem ao sucesso do clássico personagem na TV.

Jennifer ficou mundialmente famosa por sua icônica interpretação, ao viver a serial killer Tiffany Ray, que deu as caras pela primeira vez no filme “A Noiva de Chucky”, lançado em outubro de 1998.

Devido ao grande sucesso, a personagem ainda estrelou mais três filmes da franquia, “O Filho de Chucky” em 2004, “A Maldição de Chucky” de 2013, e “O Culto de Chucky” lançado em 2017.

Em uma postagem bem humorada no Twitter, a atriz que também está na nova série Chuck, produzida pela UCP em parceria pelos canais SyfyUSA Network, revela uma imagem onde aparece ao lado de diversos bonecos Good Guy. Confira abaixo:

Muito Chucky? Isso não existe! Não perca o nosso #Chucky embalado por 90 minutos neste final da temporada, Terça-feira à noite, no @SYFy e no @USA_Network. 

A nova série do Chucky é ambientada na cidade fictícia de Hackensack, nos Estados Unidos, que se vê lançada ao caos depois que o “Brinquedo Assassino” ressurge, cometendo uma série de assassinatos brutais, e expondo os segredos mais sombrios dos moradores locais.

Enquanto isso, alguns amigos e inimigos do passado de Chucky voltarão ao seu mundo e ameaçarão expor a verdade por trás de sua origem misteriosa.

A série é continuação direta do último filme “O Culto de Chucky“, onde Jake Wheeler, de 14 anos, compra um boneco Good Guy em uma venda de garagem para usá-lo em seu projeto de arte contemporânea.

Mas ele rapidamente descobre que o brinquedo está possuído pela alma do perigoso assassino em série Charles Lee Ray, que nessa forma é conhecido apenas como Chucky.

Além disso, conforme a história avança, vários flashbacks exploram o passado de Charles, mostrando como uma criança aparentemente normal, acabou se tornando um dos serial killer’s mais notórios de Hackensack.

A série aborda temas como, sexualidade, bullying, vida doméstica e assassinato, onde Jake é levado a cometer atos homicidas pela influência sádica do boneco, enquanto luta contra sua paixão pelo colega Devon, e outras questões que surgem por ser gay.

Chucky
Imagem: Jake Wheeler/ Chucky

Veja mais:

Chuck conta com a produção executiva e roteiro do criador da franquia Don Mancini, em parceria com David Kirschner, Nick Antosca, Alex Hedlund e Harley Peyton. Mancini, também dirige o episódio piloto, além de servir como showrunner.

A série ainda traz o dublador original Brad Dourif de volta à franquia, e por sinal, já foi renovada para uma segunda temporada, com estreia agendada para 2022.

Chuck provavelmente é um dos vilões mais aterrorizantes e icônicos do cinema, sendo que o boneco possuído entrou de vez para a cultura POP em 1988, com a estreia de “Brinquedo Assassino“, que arrecadou mais de US$ 44 milhões de dólares contra um orçamento de apenas US$ 9 milhões.

De lá para cá, a franquia ganhou seis sequências no total, todas com roteiro escrito por Don Mancini. Contudo, um reboot sem nenhuma relação com o criador foi lançado em 2019, fracassando nas bilheterias e sendo amplamente mal recebido pela crítica e público.

Os filmes enfrentaram polêmicas na década de 90, com acusações de incitar a violência em crianças, quando “Brinquedo Assassino 3″ foi acusado de servir como “inspiração” para os assassinatos de Suzanne Capper e James Bulger, que ocorreram no Reino Unido em 1992 e 1993.

O ator Tom Holland (“Homem Aranha: De Volta ao Lar“), chegou a defender a produção em uma entrevista, onde enfatizou que os espectadores de filmes de terror só poderiam ser influenciados pelo seu conteúdo se fossem “muito desequilibrados”.

A série Chuck pode ser acompanhada no Brasil, através do catálogo do Star+, uma das maiores plataformas de Streaming da atualidade, no segmento adulto. Para conferir, é só clicar aqui!

E aí cinéfilo, o que achou de mais essa notícia sobre o último episódio da primeira temporada de Chuck?

Deixe sua opinião nos comentários e acompanhe o conteúdo preparado pela equipe Proddigital POP para continuarmos juntos na jornada do crescimento nerd!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários