De acordo com novas informações trazidas pelo canal CarThrottle‎‎, o Mitsubishi Eclipse que o ator Paul Walker dirigiu no filme “Velozes e Furiosos” de 2001, deverá ser leiloado ainda no início de 2022.

No longa, o co-protagonista Brian O’Conner utiliza o carro fabricado em 1995 logo no começo do filme como policial disfarçado, na tentativa de se infiltrar na gangue de Dominic Toretto (Vin Diesel).

Ele deseja investigar a a operação dos bandidos que vem usando seus carros de alta performance para praticar roubos a caminhões transportando equipamentos eletrônicos caros.

O longa foi dirigido por Rob Cohen e escrito por Gary Scott Thompson, Erik Bergquist e David Ayer, sendo o primeiro filme da franquia “Fast & Furious” e se tornando um enorme sucesso de público, com um total de oito sequências.

Mitsubishi Eclipse de Brian O’Conner
Imagem: Mitsubishi Eclipse de Brian O’Conner/ Reprodução

Além de Vin Diesel e Paul Walker, “Velozes e Furiosos foi estrelado por Michelle Rodriguez, Jordana Brewster, Rick Yune, Chad Lindberg, Johnny Strong e Matt Schulze.

Diversos carros utilizados em cena nos filmes da franquia já foram vendidos por até US$ 550 mil em leilões. Dessa forma é seguro dizer que esse Mitsubishi Eclipse poderá receber lances bem altos, uma vez que sempre foi um queridinho dos fãs.‎

A verdade é que o filme foi responsável por trazer carros que, há duas décadas atrás, eram considerados os mais legais do planeta para o grande público, além despertar o interesse em milhões de entusiastas pelo mundo todo.

Mesmo que o estilo de tuning feito naquela época seja bastante datado e visto como cafona, o fator nostalgia sempre pesa muito para aqueles que são fãs da franquia.

Craig Lieberman (consultor técnico da Universal Studios nos três primeiros filmes) publicou em 2019 no seu canal do Youtube, uma série de vídeos com depoimentos e imagens de época sobre os carros que foram utilizados.

Entre as entrevistas, ele conversa com John Lapid, que era o dono do carro na virada dos anos 2000, quando começaram as gravações.

Na época, o título de trabalho do filme ainda era Redline, quando a Universal promoveu um evento em seu próprio estacionamento com a presença da equipe e do elenco, incluindo Paul Walker e Vin Diesel.

O Mitsubishi Eclipse de John foi um dos que estava presente no local, e acabou sendo o escolhido pelos produtores para ser o carro de Brian.

O automóvel era bem diferente do que vimos na tela, sendo originalmente verde escuro “Forest Green”, mas John mandou pintá-lo com o mesmo tom de prata usado nos Mercedes-Benz clássicos.

John também instalou um novo body kit, uma enorme asa traseira e outras peças de tuning típicas da época antes de cedê-lo à Universal Pictures por uma quantia em dinheiro e a autorização para que a equipe de produção o modificasse como desejasse.

John Lapid
Imagem: Eclipse de John Lapid/ Arquivo Pessoal
Mitsubishi Eclipse
Imagem: Eclipse de John Lapid/ Arquivo Pessoal

Veja mais: 

O antigo dono receberia o carro de volta depois das gravações, e ainda mais uma quantia para convertê-lo ao que era antes se quisesse, podendo ainda ficar com tudo que foi instalado pelo estúdio.

John conta que, conversando com os produtores antes das modificações, disse que não se importava se eles repintassem o carro, desde que não fosse de verde, mas todos nós sabemos o que acabou acontecendo.

Ele também diz durante a entrevista, que não gostou nem um pouco dos gráficos envelopados em tom de azul no primeiro momento, mas que depois se acostumou.

O Eclipse de John Lapid foi o hero car do filme, ou seja, o exemplar usado nas cenas mais tranquilas, tomadas com o capô aberto ou mais visíveis, sendo feitas mais quatro réplicas, que tiveram seus paradeiros perdidos com o passar do tempo.

Lapid não imaginava que o filme faria tanto sucesso entre os entusiastas e acabou vendendo o carro por US$ 50.000 para a lenda George Barris, o criador do Batmóvel da década de 1960.

Não muito tempo depois, porém, o Mitsubishi Eclipse foi vendido novamente para o The Hollywood Star Cars Museum, que fica localizado em Gatlinburg no estado do Tennessee.

De acordo com Craig Lieberman, por mais incrível que pareça, o carro foi roubado e recuperado recentemente. O museu fez uma restauração para devolvê-lo à configuração na qual ficou famoso.

John Lapid ainda diz que, se sequer imaginasse que “Velozes e Furiosos” fosse se tornar uma série tão icônica para o cinema, certamente estaria com o carro até os dias de hoje.

Pra quem não se lembra do longa icônico lançado em 2001, deixamos uma pequena demonstração do que o Mitsubishi Eclipse de Brian O’Conner era capaz de fazer. Confira abaixo:

E aí cinéfilo, quanto você pagaria pelo Mitsubishi Eclipse usado por Paul Walker em Velozes e Furiosos? Deixe sua opinião nos comentários e acompanhe o conteúdo preparado pela equipe Proddigital POP para continuarmos crescendo juntos!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários