Shingeki no Kyoujin ou Attack on Titan estreou no Japão em abril de 2013 e alcançou rapidamente um sucesso sem precedentes. A incrível animação, somada a um enredo empolgante com pitadas de política e religião, conquistou não só os fãs de animes e mangás, mas também atraiu a atenção de outros públicos.

O anime é baseado em uma série de mangá escrito e ilustrado por Hajime Isayama. Sua primeira publicação foi em setembro de 2009 na revista mensal Bessatsu Shōnen Magazine e desde então, os capítulos são reunidos e lançados pela editora Kodansha.

No Brasil, o mangá é licenciado e publicado pela editora Panini Comics desde novembro de 2013 com o nome de Ataque dos Titãs sob a tutela do selo Planet Manga, que se trata de uma linha editorial da Panini Group especializada na adaptação de quadrinhos japoneses.

Nem é preciso dizer que o sucesso conquistado pelo anime impulsionou significativamente as vendas dos mangás no Japão e no resto do mundo. Em 2017, a revista já somava 66 milhões de cópias vendidas, sendo aclamada pela crítica especializada por sua atmosfera e seu desenvolvimento do enredo.

A primeira temporada da série animada conta com 25 episódios, a segunda mais curta com 12 episódios e uma terceira dividida em duas partes, sendo uma com 12 e outra com 10 episódios. A última temporada estreou em 17 de dezembro no Japão e ao todo serão 16 episódios.

A premissa de Attack on Titan

A trama de Attack on Titan é ambientada em um universo no qual existem enormes criaturas bestiais conhecidas como Titãs que literalmente se alimentam de pessoas. Não se sabe ao certo a origem de tais aberrações, mas sua existência fez com que as pessoas precisassem viver isoladas e protegidas por 3 grandes muralhas.

Essas estruturas de proteção são respectivamente a Muralha Maria (mais externa), a Muralha Sina (no meio) e a Muralha Rosa (mais interna). Porém, um Titã de 60 metros conhecido como Titã Colossal juntamente à um Titã Blindado, foram capazes de abrir uma brecha na muralha Maria.

Depois de um século de paz, os Titãs invadem o distrito de Shiganshina, causando uma carnificina em massa e dando início então, uma guerra sangrenta que será responsável por decidir o destino da humanidade.

O enredo principal segue os passos de Eren Yeager, um garoto que quando criança foi obrigado a ver sua mãe ser comida viva por um Titã. Desde esse dia ele prometeu que entraria na armada militar que é responsável por caçar essas criaturas.

Além dele temos os seus amigos, Armin e Mikasa que completam a equipe central da história. Armin é amigo de infância de Eren e embora seja fisicamente fraco, é dono de um intelecto invejável, além de ser um grande mestre estrategista.

Mikasa é a última sobrevivente de um clã oriental que quando criança, foi resgatada por Eren e adotada por sua família. Desde então, ela prometeu protege-lo de qualquer situação perigosa.

A jovem foi classificada como primeira de sua classe na Divisão de Recrutas e mais tarde se juntou a Divisão de Reconhecimento. Mikasa junto à Levi, são considerados os soldados perfeitos.

Attack on Titan
Imagem: Attack on Titan/ Reprodução

Existe ainda, um grande mistério envolvendo o pai de Eren, pois ele deixou uma chave que serve para abrir o porão da antiga casa onde eles moravam, localizada na região que foi tomada pelos titãs após o rompimento da Muralha Maria logo no começo da série.

Durante muitos episódios o porão funciona como ponto de chegada para a revelação do grande mistério da trama e as descobertas da terceira temporada abrem mais questionamentos sobre o universo de Attack on Titan.

Além disso, o autor Hajime Isayama consegue inserir várias outras pequenas tramas envolvendo personagens secundários ou mesmo a complicada linha hereditária da família real que é rodeada por uma aura de mistérios.

Outro fato importante é que no começo da primeira temporada descobrimos que Eren, além de muito corajoso e astuto, também é capaz de se transformar em um Titã. Este acontecimento por si só, abre vários questionamentos sobre qual a origem dos monstros e se os humanos poderiam estar envolvidos com o seu surgimento.

Ao longo das temporadas descobrimos que existem outros Titãs especiais que possuem uma grande capacidade de destruição conhecidos como shifters, como é o caso do Titã Fundador que é capaz de controlar a mente dos demais titãs e a Titã Fêmea de Annie Leonhart capaz de deixar a sua pele tão dura como o aço.

Conhecemos também o Titã Bestial que tem a habilidade de lançar objetos com enorme precisão e mais recentemente fomos apresentados ao Titã Martelo de Guerra que impressiona por sua força descomunal. Além disso, ele é capaz de transformar sua pele em diferentes armas.

Existe ainda uma civilização além do mar que possui uma tecnologia muito avançada e que utiliza seu poder para segregar as pessoas, seja mandando todos para a ilha em que acompanhávamos no início da trama, ou mesmo criando campos de concentração para manter as raças consideradas “impuras”.

Como mostra o final da terceira temporada, Eren deseja chegar ao outro lado do oceano para junto de seus amigos Armin e Mikasa, destruir essa civilização. Parece um plano simples, mas que irá levar uma quarta temporada inteira para ser realizado.

A armada militar de Attack on Titan

A luta contra os Titãs é organizada em torno de um exército que é composto por três divisões. Cada uma delas é responsável por desempenhar um papel específico, seja na proteção das pessoas como em reconhecimento de campo a fim de descobrir os mistérios por traz do surgimento das horrendas criaturas.

A Divisão de Reconhecimento é focada na pesquisa sobre os Titãs e na exploração de territórios atrás de recursos, além de também ser responsável pela reconquista de territórios humanos das terras infestadas por Titãs ao redor das muralhas que demarcam o reino.

Attack on Titan
Imagem: Attack on Titan/ Reprodução

Antes da destruição da Muralha Maria, a Divisão de Reconhecimento explorava o território externo, embora nunca tivesse indo muito longe e viesse sempre sofrendo muitas baixas, com diversas críticas civis sobre sua existência.

A Divisão de Guarnição por sua vez, é a tropa militar especializada na manutenção das muralhas e preservação da ordem civil dentro dos distritos.

A Polícia Militar é a divisão que protege a família real, cobra impostos da população e os seus soldados vivem uma vida relativamente tranquila, fato este que eventualmente resulta em fraudes, corrupção e subterfúgio político.

A criação do universo de Attack on Titan

Quando tinha 19 anos, Hajime Isayama escreveu um one-shot que continha alguns elementos da futura série. Nesta época, o autor já tinha uma visão quase que completa de como seria o universo, baseado em uma premissa central de “humanidade encurralada”.

Inicialmente, ele ofereceu seu trabalho para a editora Shueisha para o seu mangá ser publicado na revista Weekly Shonen Jump, mas como o seu estilo narrativo era considerado diferente se comparado ao estilo dos outros mangás publicados na revista, quando o editor pediu para que ele mudasse alguns detalhes da história ele se recusou.

Porém mais tarde a história seria publicada na revista Weekly Shonen Magazine da editora Kodansha e renderia ao autor o prêmio de “Melhor Trabalho” em julho de 2006 no Grande Prêmio de Mangá. Em 2009, o editor chefe da Kodansha sugeriu que ele escrevesse uma série na nova revista mensal chamada Bessatsu Shōnen Magazine.

Durante seis meses, o autor trabalhou na criação do universo e na história do mangá, apresentando dois novos capítulos da obra que foram aceitos e publicados na revista.

Uma curiosidade é que Hajime Isayama se inspirou em um incidente com um cliente bêbado que o agarrou pela camisa em um cyber café onde o autor trabalhava. Esse fato lhe mostrou “o medo de se encontrar uma pessoa que não pode se comunicar” e foi esse sentimento que ele decidiu passar aos leitores.

Hajime também citou como influência o segundo jogo de uma série de visual novel chamado “Muv-Luv Alternative”, onde alienígenas exterminam a humanidade, além do mangá ARMS pela forma de explorar ao máximo o universo criado.

O autor também disse beber da fonte de jogos eletrônicos como Mega Man Legends e Monster Hunter e filmes de monstros como Godzilla, Mothra e Gamera.

Para a concepção dos Titãs, Isayama utiliza modelos humanos como os lutadores Yushin Okami para o Titã de Eren Yeager e Brock Lesnar para o Titã Blindado. Ele desenha os gigantes deformados como na pintura “Saturno Devorando um Filho” de Francisco de Goya, na intenção de passar uma sensação de medo e desconforto.

Saturno Devorando um Filho
Imagem: Saturno Devorando um Filho/ Francisco de Goya

Para a ideia das muralhas, o autor se inspirou em uma cidade da Alemanha chamada Nördlingen, que tem uma aparência medieval e que fica rodeada por grandes muros. A muralha da série remete-se também à aspectos da cultura japonesa pela sua natureza isolada.

Ele também se refere a Midgard da mitologia nórdica e o Tártaro da mitologia grega, uma prisão cercada por um muro triplo em que os Titãs estão aprisionados. Já o personagem principal, foi inspirado no autor enquanto criança, que vivia numa vila cercada por montanhas e tinha o desejo de saber o que havia além delas.

A produção do anime

O sucesso das três primeiras temporadas de Attack on Titan é mérito do Wit Studio, que é responsável pela animação. Foram eles que conseguiram transformar um mangá de traço inconstante e narrativa truncada em um dos grandes fenômenos da última década, quando se fala em animes.

Muitos fãs inclusive preferem a versão animada por organizar os acontecimentos de uma forma melhor e por deixar mais claro os movimentos tridimensionais que acontecem durante as lutas contra os colossais.

Porém, o Wit Studio não conseguiria produzir a última temporada por motivos de logística e planejamento, então o trabalho foi passado ao estúdio MAPPA, o único que aceitou o desafio de encerrar a história.

O MAPPA é um dos estúdios mais aclamados pelos fãs por ter produzido várias animações de qualidade exemplar. Temos como exemplos, os icônicos Yuri!!! on IceDororoThe God of High School e mais atualmente, o sucesso Jujutsu Kaisen.

O último capítulo do mangá de Shingeki no Kyojin ou Attack on Titan será publicado na edição de maio da revista Bessatsu Shōnen Magazine da editora Kodansha que será lançada em 9 de abril.

“Eu disse, oito anos atrás, que acabaria em três anos, mas parece que finalmente posso finalizar. Foi uma longa jornada, mas espero que possam continuar comigo até o final. Não fui apressado pelo departamento editorial, e, sim, eu que passei a me perguntar ‘quando vai acabar? Me desculpem, finalmente acabou.”

Inclusive, é importante ter em mente que o lançamento do último volume (compilação de capítulos) já havia sido confirmado para 9 de junho, no Japão. Como em outros casos, o volume completo pode trazer alguns extras que responderão perguntas dos leitores mais curiosos ou até mesmo algumas cenas inéditas.

Em dezembro, o site oficial de Shingeki no Kyojin trouxe a informação oficial de que a última temporada será distribuída também em Blu-ray. O primeiro disco irá conter os episódios 60 a 67 e o segundo trará os episódios 68 a 75, Totalizando 16 episódios para a última temporada.

Provavelmente o anime não conseguirá adaptar todos os acontecimentos do mangá, a menos que muitos detalhes sejam cortados ou os diálogos sejam reduzidos, como foi o caso nos primeiros episódios da última temporada.

De qualquer forma temos a certeza de que o final da saga de Eren e seus amigos será nada menos do que épico e poderemos enfim, desvendar junto com eles, os mistérios que envolvem o surgimento dos temidos Titãs.

Attack on Titan está disponível no serviço de streaming Crunchyroll que é voltado exclusivamente para a exibição de animes japoneses e além de seus pacotes pagos, conta também com um enorme conteúdo gratuito.

E aí, depois de todas as informações e curiosidades sobre o universo de Attack on Titan deu aquela vontade de assistir todas as temporadas do anime não é mesmo?

Então não marque bobeira!!!

Fique por dentro dos melhores animes em nossa página Proddigital POP e também siga nossas redes sociais InstagramTwitterFacebook para não perder nenhuma novidade no universo incrível da cultura POP!!

Leia mais:

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários