O criador de Peaky Blinders, Steven Knight, confirmou recentemente que a trama deve ganhar um filme que servirá como despedida para a história da icônica família Shelby.

A série estreou em 2013 e se tornou uma dos títulos mais populares e aclamados do catálogo da Netflix, principalmente entre o público masculino.

O primeiro longa-metragem da franquia deve ter seus planos oficiais anunciados logo após o término da sexta temporada, que será lançada em 2022.

O criador da série esteve presente no BFI London Film Festival, onde comentou sobre as filmagens dos últimos episódios, além de explicar um pouco mais sobre o filme que virá em sequência.

Knight explicou que as primeiras cenas do longa-metragem devem começar a ser gravadas somente em 2023, se tudo correr como esperado:

“E então vou escrever o longa-metragem que será filmado em Birmingham. E esse provavelmente será o tipo de fim da estrada para ‘Peaky Blinders’ como o conhecemos.“

Contudo, é bem provável que a última temporada e o longa-metragem possam abrir as portas do estúdio para outras produções derivadas, que se liguem ao universo Shelby.

Peaky Blinders
Imagem: Peaky Blinders/ Reprodução

Veja mais: 

Peaky Blinders foi uma das séries que mais sofreu com os atrasos causados pela pandemia da Covid-19, com as gravações da sexta temporada sendo paralisadas em março de 2020.

A série britânica exibida pela BBC desde de setembro de 2013, é baseada em um conto épico sobre uma família de gângsters, ambientado em Birmingham, na Inglaterra, logo após a Primeira Guerra Mundial.

Os Shelby de fato existiram, estando ativos entre o final do século XIX e no início do século XX. Eles se tornaram bastante conhecidos por estarem envolvidos em um esquema ilegal de apostas em corridas de cavalos.

Tommy Shelby, brilhantemente interpretado por Cillian Murphy, é o líder da gangue dos Peaky Blinders, originada de uma família de raízes irlandesas e romanis, que imigra para a Inglaterra.

Eles são investigados por um detetive mandado pessoalmente por Winston Churchill para resolver os problemas em Birmingham. Mas mesmo assim, os Shelby conseguem expandir os negócios criminosos.

Em entrevista à NME, o diretor Anthony Byrne explicou que a próxima temporada terá como contexto, a ascensão do fascismo na Inglaterra no período anterior à Segunda Guerra Mundial:

“Estaremos olhando para 1934 e as coisas estão piores. A batida dos tambores [da guerra e do fascismo] está ficando mais alta, as tensões estão piores e Tommy está bem no meio de tudo isso.”

Mesmo depois do final impactante da quinta temporada, a série deve contar com o retorno de Cillian Murphy, Paul Anderson, Finn Cole e outros atores do elenco regular. O diretor também revelou que Sam Claflin e Anya Taylor-Joy também estarão de volta.

Além disso, a nova temporada terá os retornos de alguns personagens que já partiram dessa pra melhor, mas segundo Anthony Byrne, Abrama Gold (Aidan Gillen), não consta nessa lista.

De acordo com o NME, os atores Stephen Graham (“Greyhound“) e James Frecheville (“The Pursuit of Love“) também entraram para o elenco da sexta temporada.

As cinco primeiras temporadas de Peaky Blinders estão atualmente disponíveis no catálogo da Netflix. Para conferir é só clicar aqui!

E aí, depois dessa notícia incrível, em que nível ficou seu hype para a estreia da última temporada de Peaky Blinders?

Deixe sua opinião nos comentários e acompanhe as notícias e análises da nossa página, e ajude a equipe Proddigital POP a continuar crescendo!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários