Recentemente Johnny Depp declarou que está sendo boicotado por Hollywood, em sua primeira entrevista desde o desligamento da franquia “Animais Fantásticos e Onde Habitam”, onde interpretava o bruxo das trevas, Gellert Grindelwald.

O ator foi acusado de agressão por sua ex-mulher, a atriz Amber Heard, em 2016, no mesmo ano em que foi anunciado para participar do filme que integra o universo de Harry Potter.

Desde então, o caso foi levado a julgamento, com várias evidências em áudio e vídeo que comprovam a veracidade dos ataques cometidos por Depp, e também das agressões por parte de Heard.

A figura do ator tornou-se ainda mais polêmica no decorrer dos anos, tendo em vista que todas as acusações foram reforçadas por outros relatos sobre o seu comportamento agressivo nos sets de filmagens.

Para não se envolver nos escândalos, os estúdios foram aos poucos cortando a participação do ator de seus projetos. Um dos exemplos disso, é que a Disney planeja um reboot de “Piratas do Caribe” sem o envolvimento de Depp.

Johnny Depp
Imagem: Johnny Depp e Amber Head/ Divulgação

Porém, tudo ficou ainda mais nebuloso quando ele perdeu um processo contra o tablóide britânico The Sun, que o chamou de “espancador de mulheres” em um artigo sobre o ex-casal.

A Justiça entendeu que o conteúdo do artigo era “substancialmente verdadeiro” e o juiz concluiu que 12 dos 14 supostos incidentes de violência doméstica haviam ocorrido.

Logo após esse evento que o ator foi sumariamente demitido de seu papel em Animais Fantásticos e Onde Habitam, muito provavelmente pela repercussão negativa e a proporção que o caso tomou nos veículos de comunicação.

Como resultado de toda essa confusão, a MGM também decidiu alterar o lançamento de “Minamata” nos Estados Unidos de fevereiro de 2021, para uma data futura, mas que até agora, ainda não foi divulgada.

Na entrevista cedida ao jornal The Sunday Times, o ator falou sobre o assunto, ao comentar sobre o lançamento incerto de seu próximo projeto, que aborda um desastre ambiental ocorrido no Japão:

Isso afeta aqueles retratados em Minamata e as pessoas que passaram por experiências semelhantes. E tudo isso por causa de um boicote de Hollywood contra mim? Um homem, um ator em uma situação desagradável nos últimos anos?

Johnny Depp- Minamata
Imagem: Johnny Depp- Minamata/ Reprodução

Veja mais:

Recentemente, o diretor de “Minamata”, Andrew Levitas, também lançou várias acusações ao estúdio MGM, de estar “afundando” a divulgação do filme por causa da presença do ator.

O longa é estrelado por Johnny Depp, que interpreta W. Eugene Smith, um fotografo de guerra americano, que ajudou a documentar e expor os trágicos efeitos do envenenamento por mercúrio nas comunidades costeiras japonesas.

O acidente ambiental foi causado pela negligência de uma poderosa fabricante de produtos químicos, na década de 1970. A indústria vinha lançando seus dejetos dejetos na baía de Minamata desde a década de 1930.

A produção é baseada no livro homônimo, escrito por Aileen Mioko Smith e Eugene Smith, e ainda conta com a participação dos atores  Bill Nighy, Minami Hinase, Hiroyuki Sanada, Tadanobu Asano, Ryo Kase e Jun Kunimura.

E aí, qual a sua opinião sobre as acusações de agressão envolvendo Johnny Depp e Amber Head? Deixe seu comentário e continue acompanhando as notícias e análises da equipe Proddigital POP, para não perder nada do que acontece sob os holofotes de Hollywood.

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários