A Disney resolveu anunciar em seus novos comerciais e materiais de divulgação dos próximos filmes, que os lançamentos de “Eternos” e “Free Guy: Assumindo o Controle” serão feitos com exclusividade nos cinemas.

A desculpa de lançar “Viúva Negra” de forma simultânea devido às restrições causadas pela pandemia da Covid-19 parece não ter dado muito certo, e a gigante do entretenimento achou melhor que seus blockbusters chegassem primeiramente nas telonas.

A notícia foi confirmada primeiramente através de um novo teaser do próximo filme do Marvel Studios, “Eternos“, que foi exibido durante os comerciais dos Jogos Olímpicos de Tóquio.

Confira abaixo:

Devemos levar em consideração que as vacinações estão avançando rapidamente em vários países e as pessoas já estão voltando a se sentir mais confiantes para fazerem suas atividades, mesmo que ainda seja necessário a utilização de medidas de segurança, como máscaras e álcool gel.

Este pode sem dúvidas ter sido um dos fatores determinantes que fizeram a Disney voltar atrás, em sua decisão de disponibilizar os filmes no serviço de streaming ao mesmo tempo em que os lança nos cinemas.

O mais recente título a fazer uma estreia dupla, foi o esperado filme solo da Viúva Negra, que seria uma espécie de despedida para Scarlett Johansson, das produções inseridas no UCM.

Embora o longa tenha apresentado bons números no seu final de semana de estreia, a arrecadação nas bilheterias foi caindo drasticamente com o passar das semanas, e não chegou nem perto do que o estúdio estava projetando.

Como resultado, Scarlett Johansson entrou com uma ação contra a empresa, alegando que o lançamento de Viúva Negra diretamente no Disney+ pelo Premier Access, poderia ser considerado uma quebra de contrato.

As estreias simultâneas nos cinemas e no streaming influência diretamente na remuneração dos atores, que em alguns casos, recebem um percentual sobre a receita alcançada pelos filmes.

Da mesma forma, veículos de comunicação noticiaram que a atriz Emma Stone estaria pensando seriamente sobre tomar a mesma atitude de Scarlett Johansson, após toda essa questão vir a público.

cruella-disney-2021
Imagem: Cruella da Disney/ Divulgação

A atriz protagonizou o spin-off de “101 Dalmatas“, Cruella, que estreou em 03 de junho deste ano, e foi bastante elogiado, tanto por parte do público, como também pela crítica especializada.

A história da origem da vilã, estreou simultaneamente nos cinemas e na plataforma de streaming Disney+ em 28 de maio, utilizando o recurso Premier Access, da mesma forma que “Mulan” e  “Raya e o Último Dragão”.

Apesar da boa recepção de “Cruella” entre os fãs, os resultados alcançados nas bilheterias foram extremamente decepcionantes, e este também pode ter sido um “estopim” para a decisão da protagonista.

Toda essa mobilização dos atores envolvidos, e a repercussão negativa nas redes sociais, com certeza foram fatores que devem ter pesado bastante para a Disney mudar a estratégia de lançamento das suas próximas produções.

Vale lembrar que mesmo disponibilizando os novos filmes de maneira simultânea, para assisti-los através do streaming, além de ser assinante da plataforma Disney+, por R$ 27,90 ao mês, o usuário ainda teria que pagar uma taxa de R$ 69,90, referente ao Premier Access.

Disney
Imagem: Disney- Marvel/ Reprodução

E aí cinéfilo, o que achou da novidade sobre os próximos lançamentos da Disney? Então continue acompanhando as notícias e as análises da nossa página e ajude a equipe Proddigital POP a crescer cada vez mais.

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários