Uma coisa é certa: você com certeza já ouviu falar em The Sims e sabe ao menos um pouco do que se trata esse game.

Pois é, tamanha a popularidade dessa série de jogos, idealizada e criada por Will Wright, que todos, sem exceção, tem ao menos uma ideia do que seja esse game de sucesso.

Por mais que não seja um game que atraia todos os tipos de público – aliás, nenhum game consegue fazer isso, não é mesmo? – The Sims é claramente um jogo bem feito para a época em que foi concebido e que tinha uma ideia simples e inovadora.

É nítido o quanto The Sims é um clássico e um ícone do mundo dos jogos. Vamos fazer agora uma viagem no tempo e ir para 2000, há mais de 20 anos atrás, quando esse sucesso finalmente chegou às prateleiras.

Veja também:

O que é o The Sims?

The Sims é um game do gênero simulação de vida que foi desenvolvido e criado por Will Wright e publicado pela Maxis, no ano de 2000.

A série Sims em si, já existia e teve seu inicio com o primeiro game Simcity, em 1989, também criado e idealizado por Will.

Mais tarde, veio então a ideia de entrar mais a fundo na vida dos habitantes da “cidade dos sims” e saber não só o que se passava na cidade, mas acompanhar a vida dos Sims dentro de casa. E deu muito certo.

Uma ideia simples e que deu muito certo

A ideia de The Sims, em si, é básica: brincar com a vida. Você controla uma família de Sims – que são semelhantes a nós humanos – e precisa cuidar deles, ajudando-os a fazer atividades diárias e corriqueiras, como por exemplo:

  • Ir à escola;
  • Trabalhar;
  • Fazer o jantar;
  • Ir ao banheiro;
  • Cuidar da higiene pessoal;
  • Fazer amigos e arrumar parceiros;
  • Limpar a casa.

Enfim, são diversas as coisas que você precisa fazer para que seus Sims vivam bem e confortáveis. Parece bem óbvio, não é mesmo? É literalmente viver como nós vivemos.

A ideia simples de Will Wright de brincar com o obvio foi o que levou The Sims a ser tão original. Muitos jogos com ideias mirabolantes são criados todos os dias.

Mas por que não criar algo que imite a sua vida? A ideia de Will é simples e ao mesmo tempo genial.

O que fazer em The Sims?

Pois bem, em The Sims, na sua versão original, haviam diversas coisas a serem feitas. Claro que, em comparação com os games atuais da série, as opções são sim bem limitadas.

No entanto, o grande foco é realmente cuidar da vida do Sim, mantê-lo feliz, fazer com que seja promovido no trabalho e claro, arrumar um amor, por que não?

O modo de jogar é livre dentro das limitações do jogo. Não existem obstáculos como fases ou objetivo final: assim como a vida.

Você joga exatamente como quer, do jeito que desejar. Quer que seu Sim seja rico e tenha uma carreira de sucesso? Você pode. Deseja que ele simplesmente se vire como dá? A escolha é sua.

As famílias originais do The Sims

O jogo base original, sem nenhum pacote de expansão, conta com apenas 2 famílias inclusas e mais 3 que ficam no depósito de famílias. A mais conhecida dessas duas, é a família Novato. Com certeza, se você já jogou The Sims, essa é a primeira família com que você teve contato ao iniciar o game pela primeira vez.

A família é composta por João e Bete Novato, um jovem casal que servirá de tutorial para o jogador que começou sua jornada na simulação de pessoas. Seguindo os ensinamentos, você saberá tudo o que precisa para jogar com os Novato ou começar sua própria família.

A segunda família que está disponível de forma original no game base é a famosa – e já figurinha carimbada da franquia – família Caixão.

Em The Sims 1, Vladmir e Laura Caixão são adultos e tem uma filha, Cassandra Caixão. A casa da família faz lembrar um castelo mau assombrado e existem diversas lápides no quintal. Nada confirma, mas o game da indícios que são uma família de vampiros.

O sucesso dessa família foi tão grande que os personagens aparecem até hoje em games da série e ainda há diversos mistérios envolvendo Vladmir, Laura e seus filhos.

Jogabilidade de The Sims

A jogabilidade de The Sims é bem simplificada, garantindo que o game seria acessível a todos que quisessem jogar.

Para ficar bem compreendido, The Sims é praticamente um game point and click. Isso porque basta apenas que você clique no objeto ou pessoa com quem deseja interagir e selecione então a opção que deseja realizar.

Simples assim.

É de fato muito simples que se aprenda a jogar. Além de tudo ser muito intuitivo, o menu do jogo e as indicações sobre as necessidades do personagem selecionado e de seus relacionamentos é de muito fácil compreensão.

O controle em si dos Sims é basicamente esse, não havendo, portanto, um comando livre para direcionar exatamente para onde eles irão se mover.

Estágios da vida de um Sim

Em The Sims os estágios da vida de um Sim são bastante simples e imutáveis.

Basicamente, existem dois estágios, que são criança e adulto. Esses estágios não evoluem, portanto, uma criança continuará sendo criança indefinidamente e o mesmo se diz para os adultos, que jamais irão alcançar a fase da velhice.

Quando um casal tem um bebê – lembrando que em The Sims não há gravidez – Um recém nascido chega num berço, mas não é possível interagir com ele fora dali. Ao crescer, em poucos dias, ele vira diretamente uma criança que continuará com essa idade para sempre.

Esse fator no início não incomodava muito os jogadores, porém, com o tempo foi se vendo a necessidade de se ter uma certa progressão na história. E essa progressão, indicava que os Sims precisavam crescer ou envelhecer.

Por conta dessa ausência de progressão de estágios de vida, podemos dizer que os Sims no game original são quase que eternos. Eles podem sim morrer, mas apenas de fome, afogados ou de outras causas, mas nunca de forma natural pela idade.

A casa e os objetos

O grande foco do game é realmente a interação dos Sims com sua casa e seus objetos, além dos familiares, é claro.

Interagir com quase tudo é possível e você tem a liberdade de construir uma casa do modo que queira. O famoso “modo construção” do game fornece a vantagem de montar a arquitetura que preferir para sua casa, dentro das capacidades do terreno escolhido.

Além disso, os objetos e as decorações são inteiramente escolhidos por você e podem ser modificadas sempre que você quiser e desejar. Portanto, a ambientação é personalizada, deixando livre a criatividade do jogador.

Sistema de vizinhanças, como funciona?

Em The Sims, jogo base, há apenas uma única vizinhança, chamada de Vizinhança 1, contando com duas famílias alocadas em casas e um total de 10 lotes residenciais.

Dos dez lotes disponíveis, 4 tem casas vazias já construídas, 4 são terrenos baldios e 2 tem casas habitadas pelas duas famílias já citadas anteriormente.

Nos pacotes de expansão que foram sendo inseridos posteriormente, novas vizinhanças foram criadas – a maioria com a mesma estética e disposição da Vizinhança 1 – além de adições serem feitas no terreno original da primeira vizinhança.

Sendo assim, de forma prática, o jogador escolhe uma vizinha disponível e seleciona um terreno. Mesmo os terrenos vazios também precisam ser comprados, portanto, o dinheiro é sempre necessário.

Para facilitar o início e ajudar o jogador a comprar sua casa ou ao menos um terreno para construir, cada família inicia então com 20 mil Simoleons, a moeda do game.

Habilidades em The Sims

As habilidades são um traço característico e presente em todas as edições de The Sims. Cada uma das habilidades tem, portanto, uma função específica e os adultos podem usá-las para obter melhores resultados no emprego, por exemplo.

Aqui, as crianças não possuem as habilidades.

Em The Sims, temos as seguintes habilidades que seus Sims podem vir a adquirir:

  • Culinária;
  • Limpeza;
  • Lógica;
  • Criatividade;
  • Físico;
  • Mecânica;
  • Carisma.

Para aprender, basta usar a estante de livros e escolher o que estudar. Além disso, praticar a habilidade fará com que você ganhe os pontos – que são num máximo de 10.

Portanto, se seu Sim cozinha, ele irá obter a habilidade culinária e irá desenvolvendo-a aos poucos até o grau desejado.

Carreiras de The Sims

Se o seu Sim quer ter dinheiro e sucesso na vida, é preciso que você o deixe escolher uma carreira para seguir. Existem várias delas disponíveis para começar, sendo sim possível desistir então do emprego e começar novamente em outro.

As carreiras do jogo base são as seguintes:

  • Política;
  • Aventura;
  • Policial;
  • Científica;
  • Negócios;
  • Criminal;
  • Militar;
  • Entretenimento;
  • Medicina;
  • Esportiva.

Em outras expansões são incluídas mais carreiras, totalizando 21 se contabilizarmos o jogo completo.

Cada uma das carreiras possui suas peculiaridades, além de requisitos específicos para a promoção. Em geral, você precisa elevar seus pontos de habilidade gradativamente, dentro do que a carreira pede e fazer o número de amigos que é necessário.

Assim, você vai subindo até chegar ao ponto mais alto, o nível 10 da carreira escolhida, onde se ganha bem mais dinheiro. Pode ser um pouco desafiador evoluir nas carreiras, já que todas pedem amizades estabelecidas e isso leva tempo.

Um outro fato importante de ser citado é que não há pré-requisitos. O Sim pode entrar na carreira médica normalmente. Em The Sims não há universidades.

Relacionamentos

Os Sims se relacionam! Claro, afinal, se o objetivo é imitar a vida real, excluir essa ênfase nos relacionamentos seria péssimo. É possível estabelecer relações de amizade e de amor, sendo, portanto, possível se casar e ter filhos.

As relações vão sendo construídas de forma gradativa, por meio do contato social, das visitas, aquele bate papo habitual com vizinhos e até os beijos entre os amantes.

Tudo isso é bem intuitivo e fluido e, assim como nos relacionamentos da vida real, algo sempre pode dar errado. Afinal, algumas pessoas as vezes entendem errado coisas que falamos. Isso também acontece por aqui, e pode por tudo a perder.

O que não fazer em The Sims?

The Sims não tem um objetivo certo, o jogo apenas quer que você se divirta como escolher e faça seus Sims aproveitarem a vida ao máximo. No entanto, algumas coisas realmente você não deve fazer.

Um exemplo clássico disso é quando se faz comida com baixa habilidade em culinária num fogão barato. O incêndio é quase certo e o fogo pode sim matar os seus Sim.

O legal é descobrir aos poucos e por conta própria tudo o que você deve ou não fazer enquanto joga The Sims. Mas já advertimos que retirar as escadas da piscina pode ser uma péssima ideia.

Pacotes de expansão

Com o sucesso do game de simulação desenvolvido por Will Wright, viram então os chamados Pacotes de Expansão.

Por meio desses adicionais, o jogo ganhava então novas funcionalidades, roupas, acessórios e claro, itens para casa e decoração.

Vamos agora saber um pouco mais dos detalhes de cada expansão lançada para a primeira edição do game The Sims.

Gozando a Vida

Gozando a vida fez história ao ser o primeiro pacote de expansão lançado na série The Sims, chegando às prateleiras em agosto de 2000.

Com ele, diversas novas funcionalidades chegaram, além de centenas de novos objetos e roupas. Com essa expansão a famosa “Dona Morte” finalmente deu as caras no game, tornando-se tão icônica que permanece até hoje.

Além disso, a expansão adicionou novas carreiras ao jogo, sendo elas:

  • Hacker;
  • Musical;
  • Paranormal;
  • Oportunista;
  • Jornalismo.

Essa expansão também traz os aliens que podem abduzir Sims desavisados que estejam espiando as estrelas com o telescópio.

Fazendo a Festa

Já em abril de 2001 chega à expansão Fazendo a Festa, que trouxe então a possibilidade de organizar as festas além diversos objetos temáticos para que o jogador possa verdadeiramente soltar a sua criatividade ao organizar os eventos.

Além de todos esses itens novos, o Penetra e o Mímico acabaram chegando como novos NPCs que vinham para causar rebuliço nas festas dos Sims.

Nessa expansão não houveram novas carreiras adicionadas ao game.

Encontro Marcado

Seguindo a cronologia de lançamentos, chegamos então ao sucesso Encontro Marcado, que veio para The Sims em novembro de 2001.

A grande inovação em torno desse pacote foi a possibilidade de os Sims saírem de casa e visitarem outros locais na Cidade. Além disso, diversas interações novas foram adicionas e claro, vários objetos diferentes.

A Cidade, nova vizinhança adicionada, não é possível de ser habitada, devendo apenas ser utilizada para visitação e para servir de pano de fundo para os encontros românticos.

Em Encontro Marcado também não houveram carreiras novas adicionadas.

Em Férias

Essa incrível expansão, lançada em março de 2002, permite que você leve seus Sims para a Ilha Estação do Lazer, onde é possível escolher entre ambientes de neve, verão e de floresta para visitar.

Diversos objetos também chegaram ao game, além de novos NPCs, como por exemplo os Mascotes e a Diretora de Férias.

O Bicho Vai Pegar

Em O Bicho Vai Pegar, lançada em maio de 2002, houve então a expansão da vizinhança principal do jogo base, aumentando sua área e trazendo várias novidades como famílias e lotes.

E claro, a grande adição desse pacote fica por conta dos animais, que antes não podíamos encontrar no game.

Além disso, a expansão trouxe novos itens e funcionalidades, interações com os animais, horta e novas carreiras.

Os novos empregos adicionados em The Sims com essa expansão são:

  • Proteção de animais;
  • Circo;
  • Moda;
  • Culinária;
  • Educação.

A nova vizinhança Cidade Velha também teve a sua inclusão nesse pacote de expansão.

Superstar

A penúltima expansão de The Sims, chegou ao mercado em maio de 2003 e trouxe adições interessantes, como o Studio Town, uma vizinhança que os Sims podem visitar e ainda permite que eles até mesmo encontrem com celebridades.

Por meio da expansão, os Sims podem estar inseridos, caso queira o jogador, no mundo da:

  • Moda;
  • Atuação;
  • Música.

É possível também ganhar pontos de fama, e chegar o máximo garante que seu Sim seja uma verdadeira estrela, facilitando também o contato dele com outras celebridades.

O interessante aqui é que as celebridades presentes no game são famosos da vida real, como por exemplo:

  • Bon Jovi;
  • Avril Lavigne;
  • Freddie Prinzle Jr.

A nova carreira de Fama também ficou disponível com essa expansão.

Num Passe de Mágica

A última expansão de The Sims chegou às prateleiras em outubro de 2003 e trouxe a temática de fantasia e magia para o jogo, um fator que os gamers aclamam até os dias de hoje.

Essa é uma das expansões que mais trouxe conteúdo para o The Sims, trazendo então novas jogabilidades, itens diversos, uma nova vizinhança e vários NPCs, como a clássica Ossilda.

O grande foco do game são as interações com magia, sendo possível, portanto, aprender feitiços e até duelar com outros magos.

O legado de The Sims

É um fato que The Sims tenha se tornado um marco na história dos videogames muito por conta da sua total originalidade em retratar a vida cotidiana de uma forma divertida e muito personalizada.

Esse jogo atraiu e continua atraindo milhões de crianças e adultos por sua simplicidade, gráficos amigáveis e muitas possibilidades, mesmo nesse primeiro título.

Apesar de definitivamente não ser um game para todos, The Sims merece seu espaço no hall dos melhores games da história, justamente por sua capacidade contar muitas histórias mesmo não tendo nenhum objetivo definido.

Aqui, quem cria o mundo é você.

Veja também:
Carioca, estudante de Direito, servidora pública e apaixonada por vídeo games, tecnologia e cultura pop em geral. Tenho como hobbies consumir e produzir conteúdos relacionados a esses temas que me interessam, e adoro passar horas adquirindo conhecimento sobre os assuntos que mais gosto, tanto que mantenho um canal no Youtube sobre games há 4 anos. Meu contato com inglês vem de longa data, quando notei que para ter acesso a todo um universo de informações, dominar a língua era fundamental.
Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários