Darth Vader é um vilão idolatrado pelos amantes da cultura pop e sem sombra de dúvidas, um dos personagens mais icônicos do cinema de todos os tempos. O “Lorde Sith” é o principal antagonista na trilogia original Star Wars e o protagonista da trilogia prequela lançada posteriormente.

American Film Institute listou Vader como o terceiro maior vilão na “AFI’s 100 Years … 100 Heroes & Villains”, que se trata de uma lista dos cem maiores personagens do cinema, onde metade são heróis e a outra metade são vilões, ficando atrás apenas de Hannibal Lecter e Norman Bates.

Na verdade cada uma das características do vilão, influenciam para que sua trajetória seja muito marcante, dentre elas pode-se destacar o visual, a respiração, a trilha sonora (que também se tornou um símbolo da franquia), além da redenção diante de sua prole, que cativou o coração dos fãs.

Lord Vader
Imagem: Lord Vader/ Clara Dantas

Darth Vader é um dos poucos personagens da série que estiveram presentes ou tiveram ao menos uma menção em todos os 9 longas lançados até hoje. Ele participou assiduamente de seis episódios, entre eles estão (na ordem em que foram lançados):

  • Uma Nova Esperança- Episódio IV de 1977;
  • O Império Contra Ataca- Episódio V de 1980;
  • O Retorno de Jedi- Episódio VI de 1983.
  • A Ameaça Fantasma- Episódio I de 1999;
  • Ataque dos Clones- EpisódioII de 2002;
  • A Vingança dos Sith- Episódio III de 2005;

Além disso, o vilão esteve presente no spin-off “Rogue One: Uma História Star Wars” de 2016 e é constantemente mencionado em “O Despertar da Força- Episódio VII” de 2015, “Os Últimos Jedi- Episódio VIII” de 2017 e em “A Ascensão Skywalker- Episódio IX” de 2019.

O genial e visionário George Lucas (criador do universo Star Wars) já se referiu coletivamente aos seis primeiros filmes da franquia, como sendo “A Tragédia de Darth Vader“.

A origem de Darth Vader

No Episódio I- Ameaça Fantasma, descobrimos que Anakin Skywalker é um escravo de nove anos que vive no planeta Tatooine. Também é revelada a existência de uma profecia que menciona um Jedi especial que será responsável por trazer de volta, o equilíbrio da Força.

Qui-Gon Jinn (interpretado por Liam Neeson) sente a forte conexão de Anakin com a Força e se convence de que ele é o “Escolhido” da profecia. O Mestre decide então que irá treina-lo, mas se depara com a recusa do conselho Jedi, pois existe medo no coração do garoto e o resultado de seu treinamento poderia ser catastrófico.

Mas após Qui-Gon ser morto em um duelo contra o Sith Darth Maul, seu aprendiz Obi-Wan Kenobi passará a ter a tutela de Anakin e finalmente dará início ao treinamento padawan.

A partir daí, conforme o jovem evolui em sua conexão com a força, começamos a notar os traços duvidosos em sua índole. Vemos isso claramente quando ele localiza o paradeiro de sua mãe em um acampamento Tusken. Ela está a beira da morte e Anakin fica extremamente enfurecido, a ponto de massacrar a tribo por completo sem ao menos preservar a vida dos inocentes.

Vader-Anakin
Imagem: Vader – Anakin/ Divulgação

Em meio a este contexto e o cenário para uma possível tomada de poder pelo Império se formando aos poucos, ao menos o romance de Anakin com a Rainha de Naboo, Padmé Amidala (Natalie Portman), finalmente segue a diante e os dois se unem em matrimônio secretamente.

Pouco a pouco podemos ver o Lord Sith Palpatine enredar o jovem Skywalker em sua trama no intuito de traze-lo para o lado negro da força. Por fim a traição ao conselho Jedi acontece em uma chacina sem precedentes liderada pelo recém nomeado Darth Vader.

Após uma intensa batalha de sabre de luz contra seu ex-mentor Obi-Wan Kenobi na qual fica gravemente ferido, Vader é encontrado mutilado e quase morto por Palpatine que o leva para Coruscant, onde seu corpo é tratado e ele recebe a icônica armadura que o concederá suporte vital.

No “Episódio III: A Vingança dos Sith” também descobrimos que a rainha Padmé está grávida de Anakin e dará a luz à um casal de gêmeos. Este fato é extremamente para a continuidade do universo Star Wars, uma vez que as crianças são Léia e Luke Skywalker, duas figuras muito importantes na luta da resistência contra o Império Sith.

A redenção do vilão

Em “Episódio IV- Uma Nova Esperança” conhecemos o jovem Luke Skywalker que vive em Tattoine. Ele é encontrado pelo ex- mestre de Vader Obi-Wan Kenobi, que recebe uma mensagem da Princesa Léia através do simpático androide R2-D2.

A mensagem contém dados sobre a construção da Estrela da morte que serão extremamente importantes na destruição da super arma de destruição construída pelo Império que deseja conquistar o controle supremo da galáxia.

Obi-Wan é morto por Darth Vader em um duelo de sabres, mas os amigos Luke, Han Solo, Léia e Chewbacca juntamente à aliança rebelde, conseguem frustrar os planos Imperiais e destroem a Estrela da Morte.

Em “Episódio V- O Império Contra Ataca” vemos que Vader se tona obcecado em encontrar Luke e traze-lo para o lado negro da força. Nosso herói no entanto, mesmo descobrindo que o vilão é seu pai, não cede e ao final de uma luta, acaba tendo sua mão cortada por Vader.

O Império Contra Ataca
Imagem: O Império Contra Ataca/ Reprodução

Veja mais análises de personagens incríveis em:

Em “Episódio VI- O Retorno de Jedi” , descobrimos que a construção da segunda Estrela da Morte está nos estágios finais. Luke percebe que ainda existem traços de bondade em seu pai, se rendendo a ele em um último esforço de convencê-lo a deixar o lado negro da Força.

Skywalker tenta trazer Vader das sombras, mas também precisa lutar para não ceder ao domínio dos Sith. Percebendo isso, Palpatine começa uma série de torturas psicológicas e físicas com a intenção de fazer com que Luke mate seu pai e se alie ao Império.

Em um ato de redenção Darth Vader lança o Imperador na rampa de um reator para a morte, mas também é mortalmente ferido por Palpatine. O redimido Anakin Skywalker pede a Luke para remover sua máscara e admite que verdadeiramente ainda carregava algo de bom dentro de si.

O vilão morre pacificamente nos braços de seu filho Luke que escapa da Estrela da Morte com o corpo de seu pai.  Os restos mortais de Vader são cremados em uma pira em Endor, enquanto a aliança rebelde celebra a destruição da Estrela da Morte e a derrota do Império.

A verdade é que Anakin sempre carregou dentro de si um intenso conflito entre o bem e o mal (e isso foi sentido pelos mestres do conselho Jedi), fato este que pode ser observado ao final da história, quando ele se redime de seus atos para salvar seu filho, abrindo mão de sua própria vida.

A história do personagem nos leva a questionar se Darth Vader era mesmo o grande vilão da história ou apenas um jovem confuso que com a terrível morte da mãe e as dificuldades e cobranças de um treinamento tardio, acabou se tornando um fantoche nas mão do ardiloso Imperador  Sheev Palpatine.

A construção do personagem

Após o lançamento do filme “O Império Contra-ataca” em 1980, George Lucas declarou que o nome Vader foi baseado no homófono alemão/ holandês vater ou vader , que significa “pai”, mas acredita-se ainda, que o criador de Star Wars possa ter sido influenciado de outras maneiras, até mesmo pelo nome de um colega do segundo grau chamado Gary Vader.

Como nenhum outro personagem com o nome “Darth” foi apresentado até o lançamento de Ameaça Fantasma, os fãs o reconheceram como o primeiro nome do personagem, em parte também porque Obi-Wan Kenobi o chama de “Darth” em “Uma Nova Esperança”.

O título é oficialmente concedido a Anakin Skywalker em A Vingança dos Sith após o jovem sucumbir ao lado negro da Força e aos desígnios de Sheev Palpatine, o ardiloso e cruel Darth Sidious.

Darth Vader
Imagem: Darth Vader/ Reprodução

Uma curiosidade é que os filmes “A Família Robinson” de 1960 e “Uma Batalha no Inferno” de 1965, ambos dirigidos pelo britânico Ken Annakin, influenciaram muito na trilogia original de Star Wars. Este fato faz com que alguns fãs acreditem que o personagem Anakin teria sido batizado em homenagem ao diretor.

Outra peculiaridade é que a família Skywalker seria inicialmente chamada de “Starkiller” e o sobrenome original permaneceu no roteiro até alguns meses após as filmagem, quando foi substituído devido ao que George Lucas chamou de “conotações desagradáveis” por causa dos assassinatos cometidos por Charles Manson (um famoso “serial-killer” da época).

A criação do visual de Darth Vader

O designe original do traje de Darth Vader não incluía originalmente um capacete, mas a ideia de que Vader poderia usar um aparelho respiratório foi proposta pela primeira vez pelo artista conceitual Ralph McQuarrie durante as discussões de pré-produção de Star Wars com George Lucas em 1975.

McQuarrie foi um brilhante designer (faleceu em 2012) que praticamente criou o visual do vilão por completo. Além deste trabalho, ele esteve envolvido também nos projetos dos clássicos “E.T.: O Extraterrestre” de 1982 e “Cocoon” de 1985 pelo qual, recebeu um Oscar da Academia na categoria de Melhores Efeitos Visuais.

George Lucas apenas disse que gostaria que o personagem fosse muito alto, negro e esvoaçante e que passasse uma sensação assustadora de chegar com o vento. McQuarrie foi além e decidiu que Vader seria uma figura malévola com uma capa e uma armadura de samurai.

Ele observou ainda que o script indicava que o vilão viajaria entre espaçonaves e precisaria dessa forma, sobreviver no vácuo do espaço usando algum tipo de traje espacial. Lucas concordou com as ideias e McQuarrie combinou uma máscara de respiração facial com um capacete de samurai, criando assim, um dos designs mais icônicos do cinema de ficção espacial.

Trabalhando a partir dos designs de McQuarrie, o figurinista John Mollo criou um traje usando uma combinação de túnicas clericais, um traje de motociclista, um capacete militar alemão e uma máscara militar de gás.

A partir daí o escultor Brian Muir criou o capacete e a armadura usados ​​no filme e também o som da função respiradora da máscara usando gravações modificadas de aparelhos de respiração usados ​​por mergulhadores. O efeito sonoro é registrado no US Patent and Trademark Office e é oficialmente descrito na documentação como:

“O som da respiração humana mecânica rítmica criado pela respiração através de um regulador de cilindro de mergulho.”

A morte de Darth Vader

Infelizmente o ator e fisiculturista britânico David Prowse que se tornou muito conhecido por vestir a armadura de Darth Vader na trilogia original de Star Wars, morreu no mês passado (28/11/2020) aos 85 anos, vítima de complicações causadas pelo COVID-19.

Dono de uma estatura invejável, Prowse foi notado por George Lucas em uma aparição que fez no filme Laranja Mecânica de Stanley Kubrick. Inicialmente ele teria sido cogitado para o papel de Chewbacca, mas acabou ficando mesmo com a máscara de “Lord Vader”.

Contudo, David Prowse teve suas falas substituídas pelas do ator James Earl Jones, que acabou se tornando bem conhecido também por fazer a voz oficial de Vader. Apesar de toda a fama construída por Earl Jones, Prowse é reconhecido por muitos fãs como sendo o verdadeiro Darth Vader.

Mark Hamill que interpreta Luke Skywalker em Star Wars, fez uma homenagem a David Prowse em seu perfil no Twitter, confira abaixo:

“Tão triste em saber que David Prowse morreu. Ele era um homem gentil e muito mais do que o Darth Vader. Ator, marido, pai, membro da Ordem do Império Britânico, 3 vezes Campeão britânico de levantamento de peso e ícone de segurança de Green Cross Code. Ele amava os seus fãs tanto quando eles o amavam”.

A carreira de David Prowse, que também interpretou o monstro Frankenstein em três filmes dos anos 1970, foi registrada em sua biografia chamada “Straight From the Force’s Mouth” e também no documentário “I Am Your Father” lançado em 2015.

O ator Sebastian Shaw também interpretou Darth Vader desmascarado em “O Retorno de Jedi”, bem como o espírito do personagem no lançamento original daquele filme. Porém o filme passou por uma reedição após o lançamento da nova trilogia prequela e Shaw foi substituído por Hayden Christensen.

Sebastian Shaw também faleceu em dezembro de 1994 por causas naturais aos 85 anos de idade na cidade de Brighton na Inglaterra.

A segunda trilogia que mostra como foi a jornada de Anakin Skywalker até se tornar o temido Lorde Sith contou com as atuações de Hayden Christensen na fase adolescente e juvenil e Jake Lloyd que interpretou o personagem ainda criança em “Episódio I- A Ameaça Fantasma”.

A Vingança dos Sith
Imagem: A Vingança dos Sith/ Reprodução

E aí aficionados, depois de todo esse conhecimento sobre o poderoso Lorde Sith Darth Vader, deu vontade de maratonar todos os filmes do Universo Star Wars não é verdade??

Então não marque bobeira!!!

Acompanhe todas as nossas análises de personagens na página Proddigital POP e também siga-nos nas redes sociais InstagramTwitterFacebook para não perder nenhuma novidade no universo incrível da cultura POP!!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários