É com extrema alegria que recebemos a recente notícia de que Ryan Coogler irá desenvolver uma série sobre o reino de Wakanda para o serviço de streaming Disney+.

A produção fará parte de um acordo de exclusividade fechado entre a Walt Disney Company e a Proximity Media, que é dirigida pelo cineasta em parceria com Zinzi Coogler, Sev Ohanian, Ludwig Göransson, Archie Davis.

O grupo veio a público anunciar na semana passada que firmou um contrato de televisão exclusivo de cinco anos com a produtora de Coogler, que também irá se estender para o desenvolvimento de material para outras plataformas.

Bob Iger, o presidente executivo da Walt Disney Company declarou que está muito animado com a parceria:

“Ryan Coogler é um contador de histórias singular, cuja visão e alcance o tornaram um dos cineastas de destaque de sua geração”. Com Black Panther, Ryan trouxe uma história inovadora e personagens icônicos à vida de uma forma real, significativa e memorável, criando um momento cultural divisor de águas. Estamos entusiasmados em fortalecer nosso relacionamento e ansiosos para contar mais ótimas histórias com Ryan e sua equipe.”

A expansão das histórias do universo Marvel criado nas telonas, foi capaz de abrir um leque com infinitas possibilidades criativas, tanto para a produção de novos filmes como também para séries e outros derivados.

O público vem sendo contemplado com uma gama de novidades relacionadas aos personagens dos quadrinhos e esta fórmula encontrada pelo estúdio, cada vez mais vem se mostrando eficaz, quando se diz respeito ao sucesso financeiro de suas produções.

O resultado disso é uma quantidade imensa de séries que o Marvel Studios irá trazer para o catálogo do Disney+, fazendo com que o universo das HQ’s que é tão amado pelos fãs, esteja cada vez mais próximo e bem adaptado nas produções live-action.

Nesta lista já estão confirmadas produções de peso como Falcão e Sodado Invernal, Ms. Marvel, She-HulkLokiGavião Arqueiro, Cavaleiro da Lua e Invasão Secreta. Vale sempre lembrar que WandaVision, já estreou em 15 de janeiro deste ano e vem fazendo um enorme sucesso.

A nova série sobre o reino de Wakanda fará parte dessa leva de derivados que estão chegando para ser incluídos ao catálogo do Disney+. A produção poderá introduzir novos elementos e contar um pouco mais sobre como esta civilização isolada conseguiu se tornar tão grandiosa.

Ainda não sabemos qual será o formato e nem o tema utilizado pelos criadores no enredo, contudo podemos afirmar que a sequência do primeiro filme do Pantera Negra, que está em processo de reescrita, com certeza deve ter um grande impacto em sua trama, ou vice-versa.

Também não podemos descartar a possibilidade de uma história que fale sobre o passado da civilização de Wakanda, contando sobre os primórdios do reino do Pantera Negra. Há quem diga ainda, que a série possa se basear no arco “Uma Nação Sob Nossos Pés” criado por Ta-Nehisi Coates, que trouxe uma linguagem bem diferente e peculiar para os quadrinhos do herói.

Wakanda
Imagem: Uma Nação Sob Nossos Pés/ Marvel Comics

É claro que ainda é muito cedo para fazer qualquer tipo de previsão, mas como já era de se esperar, as teorias começam a “borbulhar” entre os fãs e internautas logo que se tem algum anúncio oficial desse tipo.

É importante lembrar que Ryan Coogler está atualmente focado no roteiro de Pantera Negra II, que ainda não tem uma data oficial de lançamento. O filme precisou passar por uma reescrita em seu enredo, pois o ator Chadwick Aaron Boseman que interpretava o herói, veio a falecer em agosto do ano passado, após uma batalha de quatro anos contra um câncer.

A carreira de Ryan Coogler

Ryan Coogler viveu em Oakland até os oito anos, quando se mudou para Richmond no estado da Califórnia e durante sua juventude, correu e jogou futebol pelo Saint Mary’s College em Moraga, uma vila localizada no Condado de Contra Costa.

Mas foi na capital Sacramento, que ele começou a ter maior contato com o cinema enquanto se dividia entre os treinos de futebol e as aulas na Escola de Artes Cinematográficas da USC, onde fez uma série de curtas-metragens.

Sua primeira direção de um longa-metragem foi em “Fruitvale Station: A Última Parada”, lançado no ano de 2013 onde ele também assina o roteiro. O filme é baseado em um caso verídico, onde um jovem negro chamado Oscar Grant III, foi detido pela polícia na Estação Fruitvale e assassinado por um dos policiais.

Fruitvale Station- A Última Parada
Imagem: Fruitvale Station/ Reprodução

Veja mais:

No início do filme, Coogler se utiliza de gravações reais do dia da ocorrência, demonstrando sua intenção em criar uma obra quase que documental para retratar os fatos da forma como ocorreram. O diretor consegue atingir seu objetivo que é provocar discussões sobre o evento chocante que abalou a sociedade americana.

Este traço no trabalho de Ryan Coogler é muito marcante de várias maneiras, o cineasta consegue obter as ferramentas estéticas e contextuais necessárias para instigar discussões sobre preconceito e discriminação, de uma forma única e sem cair em clichês.

Logo depois o cineasta trabalhou na direção de Creed: Nascido para Lutar lançado em 2015, onde também é responsável pelo roteiro ao lado de Aaron Covington com produção de Sylvester Stallone.

O projeto era bastante arriscado, pois s franquia Rocky tinha sido muito bem concluída com Rocky Balboa em 2006, que amarrava elementos desde o primeiro filme da saga. Coogler tinha a consciência de estar mexendo em um terreno espinhoso, mas encarou o desafio e conseguiu fornecer elementos que cativaram a plateia, ao mesmo tempo que trazia inovações ao enredo.

O cineasta cria um ritmo de diálogos bem diferente, introduz personagens femininas mais fortes e adiciona uma mistura de hip hop e música eletrônica à trilha sonora, ousando filmar as cenas de combate em belos e longos planos-sequência.

Em 2016 Ryan Coogler foi anunciado pelo Marvel Studio como o diretor do filme Pantera Negra que chegaria nas telas em 2018. O filme foi outro projeto de responsabilidade extrema, por se tratar do primeiro filme solo de um herói negro que chegava ao Universo Cinematográfico da Marvel.

Mais uma vez ele se provou ser um excelente diretor e roteirista, deixando sua marca e trazendo um dos maiores filmes de super-herói já produzido. Uma experiência visual incrível, um discurso impecável e também uma das maiores bilheterias do estúdio.

Em 2013 Coogler foi incluído na lista da Revista Time como uma das 30 pessoas com menos de 30 anos que estão ajudando a mudar o mundo. Seu trabalho tem sido também aclamado pela crítica especializada, por enfatizar culturas e personagens muitas vezes esquecidos, principalmente entre os negros.

O que esperar da nova série?

Não podemos negar que toda a carreira de Ryan Coogler é focada em falar sobre a cultura negra e o preconceito de uma maneira inteligente e intensa sem utilizar velhos clichês. O cineasta vem deixando esta característica marcante em todos os projetos em que se envolve.

O Pantera Negra, por si só é um herói que representa toda a força do continente africano, incluindo não só a beleza de seu povo e de suas tradições, mas também seus traços culturais e religiosos de uma forma atual e modernista.

Wakanda
Imagem: Pantera Negra/ Reprodução

Toda essa magia das histórias do personagem é captada por Coogler de uma maneira quase que primordial. Ele consegue, passar para o público sua visão de Wakanda como sociedade utópica, de uma maneira simplesmente brilhante, com sua tecnologia avançada em perfeita sintonia com os costumes herdados de seus ancestrais.

A perda de Chadwick Boseman no ano passado, foi muito lamentada por todos os fãs e deixou uma questão em aberto, sobre como continuar o legado do personagem. Muitas teorias surgiram desde então, mas vale lembrar que o próprio Kevin Feige declarou recentemente, que o ator não será substituído e nem recriado com efeitos especiais.

Uma das teorias mais aceitas por fãs e internautas, talvez seja a volta inesperada do vilão Killmonger que reclamaria seu trono por direito. Esta hipótese surgiu, pois algumas fontes bem confiáveis, alegaram que o ator Michael B. Jordan haveria assinado um contrato com o Marvel Stúdios para participar de Pantera Negra II.

Outro caminho bem interessante que o universo do herói pode tomar, pode ser a passagem do manto de Líder de Wakanda para Shuri, a irmã de T’Challa. A personagem fez um enorme sucesso no primeiro filme e com certeza seria incrível vê-la assumindo o papel de Rainha da nação mais avançada do mundo.

A grande verdade é que qualquer um desses cenários pode ser fantástico de várias maneiras. Devemos confiar na capacidade de Ryan Coogler e de sua equipe na Proximity Media que fizeram um ótimo trabalho em Pantera Negra e com certeza irão repetir o sucesso na nova série sobre o reino de Wakanda para o Disney+.

“É uma honra fazer parceria com a The Walt Disney Company. Trabalhar com eles no Pantera Negra foi um sonho que se tornou realidade. Como ávidos consumidores de televisão, não poderíamos estar mais felizes de lançar nosso negócio de televisão com Bob Iger, Dana Walden e todos os estúdios incríveis sob o guarda-chuva da Disney. Estamos ansiosos para aprender, crescer e construir um relacionamento com públicos em todo o mundo por meio das plataformas Disney.”

Wakanda
Imagem: Pantera Negra/Divulgação

E aí, depois de todas essas informações e curiosidades, em que nível ficou o seu “hype” para o lançamento da série de Ryan Coogler no Disney+?

Então não marque bobeira!!!

Fique por dentro de todos os lançamentos do Marvel Studios em nossa página Proddigital POP e também siga nossas redes sociais InstagramTwitterFacebook para não perder nenhuma novidade no universo incrível da cultura POP!!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários