Logo do estudio 20th Century Studios
20th Century Studios - Divulgação
Fundação:31 de maio de 1935
SedeLos Angeles, Califórnia, EUA
Fundador Darryl F. Zanuck, Joseph Schenck, Spyros Skouras
Atuais donosDisney Studios Content
Países que operaAtuação Global
O que ofereceProduções cinematográfica

A 20th Century Studios, conhecida anteriormente como 20th Century Fox, é um dos grandes estúdios da história do cinema mundial. A empresa tem em sua lista de filmes, por exemplo, clássicos como Avatar e Titanic, duas das maiores bilheterias já registradas de todos os tempos.

Nesse artigo, você irá conhecer um pouco mais sobre a história do estúdio, desde sua fundação a sua proprietária atual, além de alguns dos principais filmes já produzidos por ela. Acompanhe!

Quando a 20th Century Studios foi fundada?

Em termos práticos, a 20th Century Studios foi fundada ainda no ano de 1935, dando início às atividades da marca.

Quem são os criadores da 20th Century Studios?

Os grandes nomes por trás da fundação da empresa são José M. Schenck, Guilherme Fox, Darryl F. Zanuck e Spyros Skouras. Esses nomes, é claro, estão diretamente ligados a criação das duas empresas que deram origem a 20th Century Fox em si, que nesse caso foram a Fox Film e a Twentieth Century Pictures.

Quem são os atuais donos da 20th Century Studios?

Atualmente, a 20th Century Studios é uma das marcas que integram a Disney Studios Content. Desde 2019 esse é um selo que faz parte da gigante The Walt Disney Company, quanto todo o conglomerado da qual o estúdio pertencia foi adquirido pela empresa norte-americana.

O que a 20th Century Studios oferece?

Em termos práticos, a 20th Century Studios é um estúdio de cinema norte-americano, e que chegou a fazer parte do chamado “Big Six” de Hollywood (top 5 maiores estúdios de cinema) durante mais de 83 anos.

Para se ter uma ideia, a empresa é a grande responsável por produzir filmes como Star Wars, Esqueceram de Mim, DeadPool, Edward Mãos de Tesoura, Alien e X-Men, além de outros clássicos, como os já mencionados anteriormente.

Um pouco da história da marca

Como mencionado, toda a história da 20th Century Studios se inicia no ano de 1935. A data, nesse caso, marca a fusão das duas empresas que deram origem ao estúdio: a Fox Film e a Twentieth Century Pictures.

Marcas originais

A Fox Film surgiu ainda em 1915, como um estúdio de filmes independentes nos Estados Unidos, tendo sido fundada pelo empresário William Fox. Após uma curta ascensão, a empresa sofreu uma forte queda no final da década de 20, em muito pelo crash de Wall Street de 1929.

Já a Twentieth Century Pictures foi fundada em 1933 por Joseph Schenck e Darryl F. Zanuck, com o apoio de Nicholas Schenck. A empresa também era um estúdio de filmes independente norte-americana, e conseguiu sucesso desde seu primeiro ano de atividade, graças a filmes como o clássico Les Misérables, de 1935.

A ideia da fusão entre as duas marcas aconteceu depois que a Twentieth Century Pictures iniciou uma disputa de ações com a United Artists, sua então distribuidora. Assim, resolveram unir-se à praticamente falida Fox Film, em uma estratégia benéfica para ambas as empresas, para criar assim a 20th Century Fox.

Era independente (1935 a 1985)

Após a união das empresas, a 20th Century Studios iniciou uma grande ascensão no mercado, em muito devido às altas audiências durante a Segunda Guerra Mundial. Nesse período, ele se tornou o terceiro estúdio mais lucrativo do país, superando rivais como a RKO e a própria Metro-Goldwyn-Mayer.

O sucesso aconteceu através de diversas produções, como  Wilson (1944), Leave Her to Heaven (1945), The Razor’s Edge (1946), Boomerang (1947), Gentleman’s Agreement (1947), The Snake Pit (1948) e também Pinky (1949).

Foi no estúdio, aliás, que a icônica atriz Marilyn Monroe viveu alguns dos seus melhores momento da carreira, protagonizando filmes como Sempre Jovem (1951), O Inventor da Mocidade (1952), Só a Mulher Peca (1952), Almas Desesperadas (1952), Os Homens Preferem as Loiras (1953), How to Marry a Millionaire (1953) e Torrentes de Paixão (1953).

Anos de baixa e retorno ao sucesso

No período de 1956, porém, a 20th Century Studios amargou problemas financeiros, o que acabou se agravando devido aos altos custos de produções como Cleópatra (1963), que ultrapassou os US$ 40 milhões, e Something’s Got to Give (1962), com Marilyn Monroe, e que nem chegou a ser finalizado, devido aos atrasos da protagonista e sua eventual demissão.

O retorno aos bons momentos do estúdio ocorreu somente ao final da década de 60, graças às grandes bilheterias de filmes como The Sound of Music (1965), Viagem Fantástica (1966), A Noviça Rebelde e também a versão original do filme Planeta dos Macacos (1968). Já em 1977 a 20th Century Studios conseguiu uma das maiores bilheterias do cinema no período, com o clássico Star Wars Episode IV: A New Hope.

A venda do estúdio

Aproveitando o período de estabilidade financeira, a 20th Century foi vendida aos investidores Marvin Davis e Marc Rich, pelo montante de US$ 720 milhões, isso no ano de 1981.

Posteriormente, em 1985, após um escândalo de sonegação fiscal de Rich, a empresa foi parar nas mãos de Rupert Murdoch, dono da News Corporation, que comprou ambas as partes dos investidores, tornando-se assim o único proprietário da 20th Century Studios, então 20th Century Fox.

Nos anos seguintes, a empresa viveu bons momentos, mas com oscilações devido às dificuldades do próprio mercado. Um ponto alto, por exemplo, foi em 1997, com o lançamento do filme Titanic, produzido juntamente com a Paramount Pictures e a Lightstorm Entertainment.

A obra, apesar de ser a mais cara já produzida no período, chegando aos US$ 200 milhões de custo, arrecadou bastante dinheiro para o estúdio, além de inúmeros prêmios, incluindo 11 Oscars.

Para se ter uma ideia, Titanic foi o primeiro filme a bater a marca de US$ 1 bilhão em bilheteria, e com folga, já que arrecadou US$ 2,2 bilhões ao todo, liderando o ranking de maiores produções do cinema até 2009, com a estreia de Avatar, que também tem participação da 20th Century Studios.

Outro ponto importante que vale a pena destacar foi a compra da Blue Sky Studios, que aconteceu ainda em 1997, ajudando a empresa a se fixar também no universo das animações.

Divisão da News Corporation

Em 2012, Rupert Murdoch decidiu que iria dividir a News Corporation em duas outras marcas editoriais, que seriam a News Corporation e a própria 21st Century Fox.

Sediada em Midtown Manhattan, Nova York, a empresa era no período o quarto maior conglomerado de mídias norte-americano. E sobre sua tutela a 21st Century Fox tinha subsidiárias como a Fox Entertainment Group, rede televisiva Fox, National Geographic Partners, dentre outros.

Venda para a Disney

Já em 2019 a The Walt Disney Company realizou a compra da 21st Century Fox, pela bagatela de US$ 71,3 bilhões. A negociação tornou a Disney simplesmente a maior empresa de mídia e entretenimento do planeta, superando a rival Comcast, dona da NBCUniversal.

Foi nas mãos da nova proprietária que surgiu o nome 20th Century Studios em si, que passou a ser utilizado em 2020. O objetivo era justamente evitar confusões da marca com a Fox Corporation.

Principais filmes produzidos pela 20th Century Studios

Considerando toda a sua história, desde 1935, a 20th Century Studios não é um dos principais estúdios de cinema do mundo à toa, tendo realmente participado de produções renomadas – muitas já observadas nos tópicos acima.

Agora, veremos com mais detalhes algumas dessas mega produções, que ajudaram a levar o nome da empresa ao nível de qualidade que alcançou. Acompanhe!

Titanic (1997)

Titanic é justamente um dos clássicos do cinema que praticamente todo mundo que gosta de filmes já assistiu, ou ao menos ouviu falar. Tratando sobre a história real do naufrágio do então maior navio de passageiros do mundo, o RMS Titanic, a obra foi quem lançou de vez para o estrelato atores como Leonardo DiCaprio e Kate Winslet.

O filme foi escrito e também dirigido por ninguém menos que James Cameron, um dos maiores diretores de cinema da história. E como mencionado, rendeu bastante dinheiro para a 20th Century Studios. E com o recorde de arrecadação de US$ 2,2 bilhões (atualmente ele ainda é o 4º da lista). Outra marca da obra é que ela é uma das líderes de indicações (14) e vitórias (11) dentro do Oscar.

Avatar (2009)

Os valores arrecadados por Titanic foram superados somente em 2009, por Avatar, outro fenômeno dos estúdios. O filme, outra obra escrita e dirigida por James Cameron, arrecadou incríveis US$ 2,9 bilhões ao redor do mundo. Vale lembrar que ainda lidera o ranking de bilheterias no cinema.

Estrelado por nomes como Sam Worthington e Zoë Saldaña, Avatar conta a história dos Na’Vi, habitantes humanoides nativos de Pandora, um mundo distante onde colonizadores humanos tentam se fixar e explorar.

A ideia original de Cameron era lançar a obra ainda em 1999. Entretanto, as tecnologias da época ainda eram insuficientes para que a produção acontecesse ao seu gosto. Por isso, ele chegou apenas 10 anos depois.

Vale lembrar que em 2022 finalmente o filme ganhou uma sequência, com Avatar: o Caminho das Águas, desenvolvido já durante as atividades da 20th Century Studios em si.

Assim como o original, esse também foi um sucesso de bilheteria gigantesco, ficando com a 3ª colocação no ranking atualmente, arrecadando US$ 2,28 bilhões. Isto é, pouco menos que Vingadores: Ultimato (2019), com US$ 2,7 bilhões, que é o segundo colocado na lista.

Esqueceram de Mim (1990)

Lançado em 1990, Esqueceram de Mim é mais um daqueles clássicos de natal que fizeram parte da infância de muita gente. Estrelado pelo ator mirim Macaulay Culkin, o filme trouxe bastante dinheiro para os cofres do estúdio. Isso ocorreu devido a todo o sucesso que conquistou ao redor do mundo.

Como muitos já devem saber, a comédia conta a história de Kevin McCallister. Ele é uma criança de somente 8 anos que acaba sendo esquecido por seus pais durante uma viagem de férias de natal para Paris. Sozinho, ele tem que lidar com dois ladrões que tentam invadir a residência a todo custo.

Alien – O Oitavo Passageiro (1979)

Dirigido pelo Ridley Scott e tendo como protagonistas nomes como Tom Skerritt e Sigourney Weaver, Alien – O Oitavo Passageiro também possui um destaque especial nessa lista de principais filmes da 20th Century Studios.

Lançado em 1979, o filme fala sobre tripulação que retorna para a Terra, depois de realizar uma extensa missão no espaço. No entanto, durante a viagem eles acabam descobrindo a presença de um alienígena bastante perigoso em sua nave.

Sucesso de crítica e bilheteria, a obra rendeu prêmios e a criação de extensas franquias relacionadas, como jogos, quadrinhos e outros filmes.

Edward Mãos de Tesoura (1990)

Edward Mãos de Tesoura é um filme de fantasia e comédia romântica lançado no mesmo ano que Esqueceram de Mim. A obra é outro dos clássicos do cinema, e conta a história de Edward, um humanoide com mãos de tesoura que acaba sendo acolhido por uma família urbana, onde se apaixona pela filha do casal.

Dirigido por Tim Burton, o filme conta como protagonista ninguém menos que Johnny Depp. O ator é famoso por dar vida ao personagem Jack Sparrow, em Piratas do Caribe.

X-men – O Filme (2000)

Baseado nos personagens da Marvel Comics, X-men chegou aos cinemas em 2000, e foi também uma importante obra para a 20th Century Studios. Isso porque, sendo um sucesso de público e crítica, ele abriu caminho para que outras adaptações dos quadrinhos surgissem mais adiante, e com a seriedade necessária.

Assim, se atualmente obras como Ultimate dos Vingadores tem o status que possuem, em muito se deve ao trabalho feito em X-Men. O filme contou com nomes como Hugh Jackman, Famke Janssen e Anna Paquin.

Deadpool (2016)

Outra adaptação da Marvel que se tornou um sucesso com o público foi Deadpool, lançado em 2016 e protagonizado por Ryan Reynolds. O filme leva com bastante humor e uma linguagem mais 18 o contexto do anti-herói, com muitas referências a outros personagens do estúdio de quadrinhos.

Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança (1977)

Por fim, mais um destaque que não poderia ficar de fora da lista com alguns dos melhores filmes da 20th Century Studios é Star Wars: Episódio IV – Uma Nova Esperança.

Responsável por lançar ao mundo uma das franquias mais marcantes e relevantes do cinema mundial, esse filme de 1977 é justamente o primeiro a estrear, embora seja o quarto na ordem cronológica.

Resultado de um projeto ambicioso de George Lucas, que escreveu e dirigiu a saga, Star Wars chegou a receber recusa por diversos outros estúdios, até chegar nas mãos da então 20th Century Fox.

Esse episódio em específico conta a história de Luke Skywalker, um fazendeiro que acaba se envolvendo em uma guerra interestelar, juntamente com o contrabandista Han Solo.

Considerações finais sobre a 20th Century Studios

Como foi possível observar, a 20th Century Studios faz jus a toda a fama que possui, sendo um dos estúdios de cinema mais conceituados do planeta, e que agora dá continuidade ao seu legado sob a tutela da imponente Disney.

Carioca, estudante de Direito, servidora pública e apaixonada por vídeo games, tecnologia e cultura pop em geral. Tenho como hobbies consumir e produzir conteúdos relacionados a esses temas que me interessam, e adoro passar horas adquirindo conhecimento sobre os assuntos que mais gosto, tanto que mantenho um canal no Youtube sobre games há 4 anos. Meu contato com inglês vem de longa data, quando notei que para ter acesso a todo um universo de informações, dominar a língua era fundamental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui