Oppenheimer e Bohemian Rhapsody
Oppenheimer e Bohemian Rhapsody - Imagem: Universal Pictures e 20th Century Studios

“Oppenheimer”, o filme de Christopher Nolan (Batman: O Cavaleiro das Trevas) sobre o “pai da bomba atômica”, acabou de quebrar mais um recorde. A produção se tornou, neste final de semana, a maior bilheteria de uma cinebiografia da história. Com US$ 912 milhões arrecadados ao redor do mundo, a produção desbancou “Bohemian Rhapsody”, que até então estava em primeiro lugar com US$ 910 milhões.

Os dados vieram à tona através de um levantamento divulgado pela Variety. A revista revela que “Oppenheimer” possui até o momento US$ 912,7 milhões em bilheteria total, deixando “Bohemian Rhapsody” (US$ 910,8M), o antigo detentor do posto, para trás.

Até o momento, o filme de Nolan arrecadou US$ 318,6 milhões apenas nos Estados Unidos. Enquanto isso, US$ 594 milhões vieram através da bilheteria internacional, com os maiores mercados sendo Reino Unido (US$ 73M), China (US$ 54M), Alemanha (US$ 48M), França (US$ 41,6M) e Austrália (US$ 26,8M).

Além disso, o longa-metragem de Nolan é hoje a terceira maior bilheteria do ano, deixando para trás “Guardiões da Galáxia Vol. 3” (US$ 845,5M), “Velozes e Furiosos 10” (US$ 704,7M), “Homem-Aranha: Através do Aranhaverso” (US$ 689,8M), “A Pequena Sereia” (US$ 569,5M) e “Missão: Impossível – Acerto de Contas Parte 1” (US$ 566M). Por fim, ficando somente atrás de “Barbie”, que ocupa o primeiro lugar, e “Super Mario Bros.”, o live-action do famoso jogo da Nintendo.

Continue depois da publicidade

No entanto, o filme sobre J. Robert Oppenheimer tem um orçamento bem maior do que o de Freddie Mercury e a história do Queen. Afinal, “Oppenheimer” foi orçado em US$ 100 milhões, enquanto “Bohemian Rhapsody” girou em torno de US$ 55 milhões. Vale lembrar que o filme sobre o pai da bomba atômica também se tornou a maior bilheteria de Nolan nos Estados Unidos.

Em “Oppenheimer”, Cillian Murphy interpreta o físico J. Robert Oppenheimer, criador da bomba nuclear. A obra é baseada em “American Prometheus”, de Kai Bird e Martin J. Sherwin, e gira em torno da ideia por trás da arma nuclear que devastou as cidades de Hiroshima e Nagasaki, no Japão, durante a Segunda Guerra Mundial. Desse modo, o físico que dá nome ao filme é o responsável pelo Projeto Manhattan, desenvolvido pelos Estados Unidos para a criação da arma nuclear.

Além de Murphy, integram o elenco principal Emily Blunt (“Um Lugar Silencioso”), Robert Downey Jr. (“Vingadores: Ultimato”), Matt Damon (“Perdido em Marte”) e Florence Pugh (“Midsommar”).

Enquanto isso, “Oppenheimer” ainda está em cartaz nos cinemas brasileiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui