O Disney Investor Day que aconteceu no final do ano passado nos trouxe uma série de novidades sobre o futuro do Universo Marvel e um dos maiores destaques foi a confirmação de Christian Bale como vilão no filme Thor: Love and Thunder. Além de oficializar a participação do ator, Kevin Feige ainda revelou que Bale irá interpretar Gorr – O Carniceiro dos Deuses.

Esta notícia foi muito comemorada, pois levou grande parte dos fãs a acreditar que o filme será uma adaptação bem fiel ao arco criado por Jason Aron, muito elogiado pelos amantes de quadrinhos e aclamado pela crítica especializada.

Gorr foi o primeiro vilão introduzido na grande fase de Aron à frente das histórias do Deus do Trovão. O personagem nos foi apresentado em 2013, e se tornou uma peça-chave ao tornar Thor indigno e incapaz de usar o Mjölnir.

O Carniceiro dos Deuses começa sua saga caçando Thor em três linhas temporais diferentes, no passado onde o Filho de Odin ainda era imaturo e irresponsável, a atual versão heroica do Universo Marvel e o Thor do futuro que se tornou um Rei amargurado e solitário.

Com a trilogia do herói completa no cinema, o clima de despedida em Vingadores: Ultimato parecia uma bela despedida para o ator Chris Hemsworth, porém a Marvel quebrou paradigmas e anunciou um quarto filme solo do Deus do Trovão.

Vingadores Ultimato
imagem: Vingadores: Ultimato/ Reprodução

Muito disso se deve à nova abordagem utilizada em relação ao personagem, após a entrada de Taika Waititi em Thor: Ragnarok. O cineasta conseguiu deixar o universo mais interessante e menos cansativo, fazendo uma brilhante mistura entre momentos épicos e comédia pastelão.

A continuação foi formalmente anunciada na Comic Con San Diego, junto da confirmação de seu maravilhoso título. Além de Christian Bale, a produção também contará com Natalie Portman que retorna ao papel de Jane Foster digna de levantar o Mjölnir.

Gorr – O Carniceiro dos Deuses

Gorr nasceu há cerca de 3.000 anos em um planeta inóspito e com pouquíssimos recursos, onde água e comida eram completamente escassos. Ele perdeu sua família por conta das dificuldades do lugar e também pelo descaso por conta dos Deuses.

O personagem apareceu pela primeira vez na segunda edição da revista Thor: Deus do Trovão, lançada em 2013. O arco foi criado pelo roteirista Jason Aaron com belos desenhos de Esad T. Ribic.

Durante toda sua infância, Gorr aprendeu que se adorasse os Deuses, eles escutariam suas preces. No entanto, mesmo com suas todas a suas orações e pedidos, nunca obteve as respostas ou mesmo a ajuda que tanto necessitava.

Durante uma batalha mortal entre dois Deuses que houve em seu planeta, Gorr viu a oportunidade de obter a posse da Necrosword. A arma era utilizada por Knull, O “Deus dos Simbiontes” e se trata de um artefato de imenso poder que ficou conhecida como a Matadora de Deuses.

Gorr
Imagem: Thor: Deus do Trovão – Jason Aron/ Marvel Comics

Essa espada foi forjada pelo próprio Knull com os barulhos do martelo celestial e o fogo quente da forja, além disso ela contêm uma consciência própria chamada All-Black. Com esta poderosa arma, Knull foi capaz até mesmo de decepar a cabeça de um Celestial.

Esta cabeça ficou à deriva no espaço, se tornando mais tarde o que conhecemos como a cidadela Knowhere ou Luganenhum. Knull então usou esse local para aumentar mais ainda os poderes da espada com propriedades cósmicas, tornando-a uma arma virtualmente indestrutível.

Ao empunhar a Necrosword, Gorr obtém poderes como força e velocidade sobre-humana e manipulação de matéria, sendo capaz de projetar armaduras para proteger seu corpo e regenerar partes de seu corpo (o que o torna praticamente imortal), além de conseguir criar cópias de si mesmo e se tornar invisível.

Além disso com a arma em mãos o vilão tem a capacidade de ferir e até mesmo matar criaturas celestiais, incluindo Deuses considerados imortais. Isso vai de encontro aos planos do personagem de acabar com toda a raça divina, se tornando assim, o Carniceiro dos Deuses.

O próprio Deus do Trovão teve sérias dificuldades ao enfrentar Gorr, sendo necessárias três versões do herói, vindas de realidades temporais diferentes para derrota-lo. A primeira batalha entre os dois aconteceu no século IX, onde Thor o feriu gravemente, arrancando seu braço.

O Carniceiro dos Deuses viajou através da linha temporal e eliminou diversos deuses no decorrer das eras, ganhando reconhecimento entre as entidades cósmicas que o viam como um ser poderoso e letal.

A Saga de Jason Aaron e a importância de Gorr

Jason Aaron assumiu os roteiros dos quadrinhos do Thor em 2012 e de lá para cá, as histórias envolvendo o herói vem sendo muito elogiadas, tanto pela crítica, quanto pelos fãs do personagem.

Muito disso se deve ao fato do autor se utilizar de uma excelente construção dos personagens em uma saga épica, além de conseguir criar uma ótima história e anexa-la à uma belíssima arte, graças ao brilhante trabalho de Esad Ribic e Russell Dauterman.

Aaron respeita todas as necessidades de um épico, atraindo o foco do leitor através de questões filosóficas, como o poder que é concedido aos Deuses e o seu dever em usá-lo para proteger os mais fracos.

Gorr: O Carniceiro dos Deuses é apresentado logo no início da história e de cara o autor já é capaz de plantar uma questão importantíssima no inconsciente dos leitores e na do próprio Thor.

O vilão coloca brilhantemente em cheque, a maneira com que os Deuses utilizam seus poderes e se eles realmente são dignos das posições que ocupam perante seus adoradores.

Essa abordagem é levantada por Gorr e funciona como o alicerce para tudo o que vem a seguir no arco, até mesmo nas histórias atuais do Deus do Trovão. Jason Aaron consegue explorar as facetas do herói, mas não somente de um único Thor e sim, de diversas versões do personagem.

O autor introduz um jovem Thor imaturo, um rei Thor que já está mais cansado e amargurado e ironicamente uma versão feminina de Thor, que se trata na verdade de uma humana que foi considerada digna do seu poder.

Gorr
Imagem: A Poderosa Thor/ Marvel Comics

Não é por acaso que Thor acaba se tornando um personagem do sexo oposto. Claramente Jason Aron se utiliza desta temática para abordar uma questão bastante atual, sobre mulheres que vêm assumindo posições que até então, eram exclusivamente masculinas.

Da mesma forma o autor explora a luta contra o câncer de Jane Foster e nos mostra a dualidade que existe no fato de uma humana ter se tornado digna do poder de um Deus e um Deus que não é digno de possuir seu próprio poder.

Este conceito é algo que fica bem destacado dentro da trama, sendo que em diversos momentos a narrativa nos traz de volta à mesma questão. A abordagem utilizada pelo autor, foi capaz de trazer um tom diferenciado e inovador para as histórias e também adicionou diversos elementos para o cânone do Deus do Trovão.

Que história será contada em Love And Thunder?

Ainda é muito cedo para afirmar qual será o enredo de Love and Thunder, pois não temos nem mesmo um nome em português, quanto menos uma sinopse oficial. Contudo, os vazamentos de roteiro não param de ser atualizados e a internet está borbulhando com suas teorias mirabolantes.

Claramente algumas suposições são meio malucas, mas quando se trata da casa das ideias da Marvel, tudo é possível. Quando somamos isso ao fato de Taika Waititi estar à frente do projeto, podemos esperar qualquer coisa.

Waititi já provou que pode acrescentar muito ao universo de Odinson e que pode transformá-lo radicalmente sem perder a essência do personagem. Thor: Ragnarok foi um grande acerto e tudo indica que os mesmos elementos serão utilizados no próximo filme do Deus do Trovão.

Gorr
Imagem: Thor Ragnarok/ Divulgação

Veja mais sobre o Universo da Marvel em:

Diante de tudo que já sabemos sobre a produção e alguns vazamentos de roteiro que rolaram entre os internautas, existem fortes indícios de que a trama do filme tenha uma grande influência do arco criado por Jason Aaron.

Chegamos à esta conclusão pelo fato do estúdio ter feito o anúncio do vilão Gorr como sendo o principal antagonista. O Carniceiro dos Deuses provavelmente trará consigo a discussão sobre Thor realmente ser digno de seu poder.

Junto a isso temos a confirmação do retorno da atriz Natalie Portman no papel de Jane Foster e se tornando a Poderosa Thor. Este é mais um forte indício de que iremos ver uma adaptação bem próxima do universo iniciado em Thor: Deus do Trovão.

As gravações do filme começaram no início deste mês na Austrália e já tivemos as primeiras fotos vazadas do set de filmagens, com imagens que acabaram revelando alguns membros dos Guardiões da Galáxia.

Este fato comprova que a equipe também terá sua participação no longa, aproveitando a ponta deixada em Vingadores: Ultimato. Porém, ainda não sabemos o quanto eles serão importantes no desenrolar dos acontecimentos ou mesmo se todos eles farão parte da trama.

O que esperar de Thor: Love And Thander

Ainda que a toda a história do MCU se entrelace, o estúdio parece ter encontrado um equilíbrio perfeito entre a criação de filmes com assinaturas próprias e a manutenção da continuidade que mantêm o universo conectado.

Levando isso em consideração junto ao fato de que Ragnarok foi muito bem aceito tanto por crítica quanto pelo público, é muito provável que a produção faça a mesma mescla entre momentos muito hilários, que são a marca registrada de Taika Waititi, com batalhas épicas e cenas de tirar o folego.

Em uma entrevista, James Gunn o diretor de Guardiões da Galáxia, declarou que está bastante animado para ver o resultado final de Love and Thunder, revelando que chegou a compartilhar os roteiros com Taika Waititi:

“Taika está fazendo um ótimo trabalho, o roteiro é incrível. Nós conversamos antes dele começar a escrever sobre onde os personagens estão e para onde estão indo, e ele leu o roteiro do Vol. 3, assim como eu li seu roteiro e compartilhei meus pensamentos”.

O fato é que todos nós pensávamos que Guardiões da Galáxia Vol. 3 teria a participação de Thor. Porém, graças ao atraso causado pela demissão e recontratação de James Gunn, o filme foi adiado para 2023 e o que veremos é o contrário.

Outra curiosidade é que Vin Diesel foi flagrado na Austrália e deixou todos com uma “pulga atrás da orelha”. Isto porquê, o ator nunca fez capturas de movimento nos filmes da Marvel, mas somente a dublagem da voz do personagem Groot em estúdio.

Alguns rumores pela internet deram a entender que teremos uma cena onde o Groot será transformado em humano através de magia e esta versão do personagem seria interpretada por Vin Diesel.

Ainda não temos ideia de como isso vai acontecer e nem por quanto tempo vai durar em tela, mas é certo que a cena, mesmo que durasse por alguns instantes, seria extremamente engraçada.

Outro rumor interessante é sobre o retorno de Lady Sif que é uma das personagens mais importantes da mitologia de Thor. A heroína é interpretada por Jaimie Alexander, porém não esteve presente em Thor: Ragnarok.

Além de participar de Thor: Love and Thunder, também existem alguns indícios de que a atriz retornará ao Universo da Marvel através da série do Loki. Portanto, enfim teremos a resposta sobre o paradeiro da personagem durante todo esse tempo em que esteve ausente no MCU.

E por último, mas não menos importante, é o fato de que já sabemos que o filme também deve confirmar a Valquíria interpretada pela atriz Tessa Thompson, como uma personagem LGBT, trazendo para ela um novo interesse romântico.

Thor: Love and Thunder é dirigido por Taika Waititi, que também assina o roteiro ao lado de Jennifer Kaytin Robinson. Estão confirmados no elenco os atores Chris Hemsworth como Thor, Natalie Portman como Jane Foster, Tessa Thompson como Valquíria, Christian Bale como Gorr, Chris Pratt como Peter Quill e o próprio Taika Waititi como Korg.

A data de estreia do filme foi adiada para 6 de maio de 2022 devido à pandemia da Covid-19.

Thor Love and Thunder
Imagem: Thor Love and Thunder/ Divulgação

E aí, depois de todas essas informações e curiosidades sobre Gorr – O Carniceiro dos Deuses e o universo criado por Jason Aron, em que nível ficou o seu “hype” para a estreia de Thor: Love and Thunder nos cinemas?

Então não marque bobeira!!!

Fique por dentro de todos os lançamentos do Marvel Studios em nossa página Proddigital POP e também siga nossas redes sociais InstagramTwitterFacebook para não perder nenhuma novidade no universo incrível da cultura POP!!

Seja avisado
Me avise sobre
guest
0 Comentários
Comentários de trechos do post
Ver todos os comentários